12 de junho de 2012

Crítica: Desaparecidos (2012)



Aqui vamos nós comentar mais um filme de found footage, mockumentary ou simplesmente falso documentário, estilo de filmagem que dominou o cinema e virou um subgênero. Os cineastas, principalmente os de terror vêem esse estilo como uma oportunidade, já que não tem o mesmo cuidado das produções "normais", são gravados de forma quase amadora e custam muito mais barato que produções comuns. Nos últimos anos vários filmes foram feitos nesse estilo A Bruxa de Blair, Atividade Paranormal, Rec, Cloverfield, O Último Exorcismo, A Filha do Mal, O Misterioso Assassinato de uma Familia e por ai vai. Se a Espanha tinha feito dois filmes nesse estilo e conseguido sucesso com pouco dinheiro, por quê não tentar fazer isso no cinema nacional? 

Desaparecidos segue a mesma linha dos filmes citados, estilo de filmagem amador, história que tenta se vender como verdadeira, câmeras tremendo, pessoas desesperadas...


O enredo de Desaparecidos segue um grupo de jovens paulistas que são convidados para uma festa VIP no litoral de Ilhabela . Cada um do grupo recebe uma pequena câmera para ser usada no pescoço e gravar momentos da festa. A câmera fica ligada o tempo todo registrando os momentos. Chegando no local da festa, um dos jovens do grupo chamado Rodrigoooooooo conhece uma garota, rola um papo e a mina chama ele pra dar uma "voltinha". Rodrigo que não é burro mete o pé da festa e vai até uma cachoeira no meio da mata em volta da festa para passar o rodo na mina. Notando o desaparecimento dele, a irmã e os amigos partem em busca dele pra entregar uma bombinha de ar, já que o cara tem asma. Logo o grupo vai percebendo que não estão sozinhos por ali... Contar mais que isso é spoilear. 


Desaparecidos é uma reciclagem do que já foi usado e abusado no terror atual, o destaque mesmo é ser brazuca. Um autentico terror brasileiro de baixo orçamento, sem mão da Globosta, nem atores xaropes globais pra fuder com tudo. Só isso já basta para qualquer fã do terror conferir o filme, que mesmo não trazendo nada de novo da pra curtir de boa.


Desaparecidos não é um filme ruim, apenas um filme com uma ideia saturada, mas que consegue se sair melhor que alguns que sairão nos últimos anos, achei muito melhor que O Mistérios o Assassinato de uma Família, Amityville Haunting e alguns outros que sairão ultimamente. O filme, porém, tinha potencial pra ser muito melhor e o diretor tem várias oportunidades de fazer um puta filme tenso, mas desperdiça essa oportunidade com cenas repetitivas dos personagens gravando a escuridão e gritando pelo Rodrigooooooooooo. Se eu ganhasse 50 centavos cada vez que o nome Rodrigo é dito nesse filme eu já taria milionário. A ambientação do filme é boa e assustadora, o ambiente por si só já consegue passar um clima inquietante, que poderia ter sido mais bem trabalhado.

O elenco é formado por atores desconhecidos, mas talentosos e sabem atuar melhor que muitos famosos que se dizem atores. Os atores atuam bem e realmente parecem estar desesperados, o único problema é que os personagens são todos histéricos e passam o filme quase todo gritando e chorando. Um defeito que tá acontecendo muito em filmes da falso documentário que eu já tinha comentado antes são os cortes bruscos. Do nada a câmera corta a cena em momentos importantes. Logo no começo um caroneiro tipico de filme de terror avisa o grupo de uma suposta lenda, dizendo que o "coisa ruim" habita a mata. Quando alguém do grupo pergunta pra ele a câmera simplesmente corta pra outra cena. 

Diferente de alguns outros filmes a gravação não é só de uma câmera e sim de várias, com vários pontos de vista, gerando cortes de uma cena pra outra. 


Até a metade o filme é mais suspense do que terror, os personagens ficam andando atrás do "Rodrigoooooo" e ouvindo barulhos vindos da mata. Lá na terceira parte a tensão vai aumentando e o filme ganha um ritmo mais frenético, com cenas de correria e os personagens sendo atacados na mata por um ser misterioso, que aparece menos que o Lombarte. Algo bacana é deixar tudo em aberto pra teorias. Quem é que tava ali na mata matando o grupo. A Bruxa de Blair? O Saci pererê? O curupira?! Sei não! 

Pela primeira vez em um falso documentário o filme teve um desfecho satisfatório e que fecha o filme com chave de ouro e de forma satisfatória.

Ouvi muita gente falando mal a torta e a direita e até agora eu não sei o motivo. Deve ser algum tipo de preconceito por ser Brasileiro, sendo que o filme é muito melhor que vários filmes estrangeiros que andam por ai. Gostei até mais que os filmes da série Atividade Paranormal. Isso mesmo, falando por mim achei Desaparecidos muito melhor que a superestimada franquia americana.


Desaparecidos é um filme que diverte de boa e merece uma conferida, principalmente por ser Brasileiro. Se você vai gostar ou não, ai é contigo, mas se nós assistimos tantos filmes de terror estrangeiros, por quê não dar uma chance a um nacional. Posso não aplaudir de pé pelo filme não ser ótimo, mas aplaudo de pé por ser um filme de terror Brasileiro.

Postado por: Marcelo

2 comentários :

  1. Anônimo6/23/2012

    ola eu gostei desse filme e o outro turistas esse nao é ruin concordo com sua critica se tivesse sido melhor explorado e bem trabalhado seria um filme OTIMO ! Abraços josias

    ResponderExcluir
  2. igor afonso10/05/2012

    Eu gostei das atuações e acho que os personagens realmente se entregaram aos papeis. Estamos tão acostumados com atuações em geral rasas dos americanos que quando vemos um filme assim achamos exagerado. Brasil, vamos produzir mais filmes de terror!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir