14 de julho de 2015

Crítica: Eu Sei O Que Vocês Fizeram no Verão Passado (1997)


Enquanto a América era aterrorizada por Ghostface após o sucesso de Pânico (1996), várias produtoras procuraram novas produções para representar o teen slasher que virou febre no final dos anos 90. A Sony achou sua oportunidade ao adaptar o livro de Lois Duncan "Eu Sei O Que Vocês Fizeram no Verão Passado", usando o roteiro de Kevin Williamson (escritor de Pânico) que ele havia feito antes de trabalhar no filme do Ghostface.

Portanto, vários aspectos foram mudados, inclusive o assassino com o gancho que não estava presente no livro, sem falar que ninguém morre no livro! Apesar de não ter tido o mesmo sucesso estrondoso de Pânico - nem chegar aos pés dele -, Eu Sei O Que Vocês Fizeram no Verão Passado ajudou a consolidar o teen slasher no gênero de terror.

O papel principal é de Jennifer Love Hewitt, que faz Julie James, uma jovem que está se formando, junto com seu namorado Ray (Freddie Prinze Jr.), sua melhor amiga Helen (Sarah Michelle Gellar) e o namorado dela, Barry (Ryan Phillippe). Comemorando um dos últimos momentos juntos antes de seguirem seus próprios caminhos, durante o 4 de Julho, eles acabam atropelando acidentalmente um homem. Preocupados em serem presos ou algo do tipo, os jovens jogam o corpo no fundo de um rio e fazem um pacto para nunca mais falarem disso.

Um ano depois, Julie volta para sua cidade natal para passar o 4 de Julho, quando recebe um bilhete escrito "Eu sei o que vocês fizeram no verão passado!". Assustada, ela se reconecta com Helen, Barry e Ray, quando os quatro começam a ser ameaçados por um homem com capa de pescador e um gancho na mão.



Gostando ou não, Eu Sei é um ótimo - e típico - teen slasher. Ele pode não ser tão criativo ou afiado como Pânico, mas pense por esse lado: ele não foi feito pra isso. Ele foi feito pra ter um assassino "icônico", matando os personagens, ter uma protagonista que sofre, cenas de suspense e alguns jump scares. Tem bastante gente que não o considera um bom filme e até entendo seus motivos. O roteiro é cheio de clichês e não há muita coisa nova em jogo, mas o filme não deixa de ser divertido.

O filme também possui uma das melhores cenas de perseguição do gênero, protagonizada pela Sarah Michelle Gellar, no papel de Hellen Shivers. A sua personagem é extremamente carismática e rouba toda a atenção da sem graça da Julie, portanto sua cena de morte tem um impacto bem maior no público. Até mesmo hoje, 20 anos após seu lançamento, a cena é eficiente, contagiante e deixa qualquer um nervoso e agoniado. Impossível não ficar gritando "Vai, corre!!! COOOORREEEE!!!".


Além de algumas situações bem "surreais" (que viriam a piorar em Eu Ainda Sei), a maior falha de Eu Sei é que os personagens (exceto a Helen) são meio superficiais e não são carismáticos o suficiente para que nos importemos o bastante com eles, do jeito que foram os de Pânico (ok, parei). Infelizmente, esse é um dos fatores que não contribuem com o filme.

Eu Sei pode não ser um filme original, que revolucionou o slasher nem nada, mas ainda assim, é um dos representantes dos anos 90 nesse quesito. Tem o elenco repleto de rostinhos bonitinhos e até alguns que são mais conhecidos hoje do que naquela época (alguém reconheceu o Leonard de The Big Bang Theory?), algumas cenas tensas e a Sarah Michele Gellar. Portanto, não é um filme pra se reclamar tanto.

por Neto Ribeiro

Título Original: I Know What You Did Last Summer
Ano: 1997
Duração:
Direção: Jim Gillespie
Roteiro: Kevin Williamson
Elenco: Jennifer Love Hewitt, Freddie Prinze Jr, Sarah Michelle Gellar, Ryan Phillipe, Anne Heche, Bridgette Wilson


3 comentários :

  1. gosto bastante desse filme,mas detesto as sequencias principalmente o eu sempre(o filme ruim) nota:6

    ResponderExcluir
  2. Esse filme é ótimo! Ele é clichê apenas pra quem o assiste hoje em dia. Na época de seu lançamento muitas coisas ainda eram novidades. Sem contar que o roteiro do Kevin é muito bom!

    ResponderExcluir
  3. Anônimo2/26/2016

    Cara esse filme é REALMENTE BOM ,acho que na época tinha uns 14 anos quando assiste pela 1° vez na TELA QUENTE DA GLOBO,no ano de 2005 .Era Muito assustador naquele tempo ,os filmes jovens de terror eram a sensação néh ,assim como o pânico,os do jason,os do Halloween,Massacre da serra elétrica (2003) .Antigamente os caras usavam o clichê,MAIS ERA UM CLICHÊ DE SUSPENSE BOM,COM BOAS MORTES .O problema de hoje em dia com esses filmes novos do gênero ,é que são só rostinhos bonitos com uma história ruim,com suspense podre e com atuações nada convincentes .Que não fazem a gente se identificar com nenhum personagem,esse contexto todo faz com que o filme fique ´´FALSO´´ por justamente o filme todo parecer falso. Filme de terror BOM ,É AQUELE QUE PARECE O MAIS VERDADEIRO E REALISTA POSSÍVEL,aquele filme que a gente sente que está dentro do filme ,aquela agonia de cada cena .Aquele filme que a gente realmente torce para o personagem se salvar !!

    ResponderExcluir