30 de maio de 2016

Crítica: Wolf Creek | 1ª Temporada (2016)


O psicótico e debochado Mick Taylor (John Jarratt) retorna nessa minissérie de 6 episódios, expandindo o universo de Wolf Creek, filme cult de 2005. O que tomou todos de surpresa era saber como eles colocariam algo dos filmes numa série, já que tudo neles são rápidos, frenéticos. O truque foi se reinventar, o que me fez enxergar um pouco em todas as três partes de Wolf Creek, com a minissérie inclusa.

Crítica: Wolf Creek - Viagem ao Inferno (2005)
Crítica: Wolf Creek 2 (2013)

O primeiro filme, Wolf Creek - Viagem ao Inferno, de 2005, é um filme que trabalha muito com o suspense. A violência só é mais explorada próximo ao final, o que abriu o espaço pra que tivesse muita tensão. Já o segundo foi um puro show de gore, violência, muita coisa acontecendo, explosões, sangue, pow!

Como a minissérie não poderia fazer isso em 6 episódios, Greg McLean teve que procurar um novo subgênero. E ao invés de tornar os protagonistas em antagonistas, colocando o vilão nos holofotes, aqui voltamos ao genérico thriller policial.

A série começa como um filme qualquer da franquia: uma família está turistando pelo deserto australiano. Ao acampar próximo a um lago, o filho mais novo é atacado por um crocodilo, mas um caçador mata o animal, salvando o garoto. Tal caçador é Mick Taylor, caso não saibam ainda. Mais tarde, o cara mata a família inteira. No entanto, a filha mais velha, Eve (Lucy Fry, A Escuridão) consegue sobreviver ao tiro.


Se vendo num país estrangeiro, onde toda a sua família foi brutalmente assassinada, ela resolve procurar justiça, já que ninguém realmente acredita que um cara tenha matado todos, mas sim que seu pai tenha sido o responsável e depois se matado. Como era filha de policiais, Eve já sabe que o caso vai ser engavetado. Por isso, ela rouba os arquivos do Detetive Sullivan (Dustin Clare, Spartacus) e foge, saindo à procura do assassino.

Ao longo de 6 episódios, vários subplots são adicionados para encher a linguiça até chegar no desfecho, onde há o encontro entre Eve e Mick. Tais subplots vão desde um motoqueiro que se apaixona por Eve, um presidiário que escapa após um acidente do carro da penitenciária e o casamento problemático do Detetive.

Isso faz com que deixe a sensação que tudo esteja deslocado e poucas vezes fazem parecer que estamos vendo algo do selo Wolf Creek. Não vemos muito o Mick Taylor sarcástico e fela da pota dos filmes, a não ser por alguns assassinatos aleatórios que ele faz todo episódio.  Por outro lado, o drama é bem conduzido, apesar de tropeçar algumas vezes na narrativa.


Ah, e pra quem se perguntava sobre o gore, a série colocou a violência na medida certa. O piloto trouxe algumas cenas bem irritantes com muito CGI e sangue computadorizado, mas os episódios seguintes já trazia o clima dos filmes, com direito a corpos degolados e efeitos práticos.

O ponto alto (para mim) foi a protagonista Lucy Fry. Ela me surpreendeu justamente por eu já tê-la visto em outros trabalhos e ela foi bem ruinzinha, mas aqui ela está ótima. Sua personagem é a típica mulher atrás de vingança, inteligente, se vira sozinha, faz umas burradas também, mas no final tá sempre mantendo a pose e o carão.

No final das contas, a série foi mediana. Acertou em alguns aspectos, errou em outros. Mas no geral, o resultado não foi ruim.
 por Neto Ribeiro

Criada por: Greg McLean
Canal: Stan
Episódios: 6
Elenco: Lucy Fry, John Jarratt, Dustin Clare, Deborah Mailman, Maya Stange, Damian De Montemas, Miranda Tapsell, Robert Taylor, Matt Levett


4 comentários :

  1. Anônimo6/04/2016

    Como vc viu a temporada toda ? Encontrei só os 2 1°s episódios online em todos os sites.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É por que só saiu a legenda traduzida desses 2 episódios, eu vi sem legenda mesmo.

      Excluir
  2. http://www.filmesonlinegratis.net/wolf-creek-todas-as-temporadas-dublado-legendado.html


    Todos episodios legendados

    ResponderExcluir
  3. Eu achei ela meio fraca por se tratar de Wolf Creek esperava uma serie mais foda com um Mike Taylor matando os turistas mais o que eu vi foi uma serie cheia de encheção de linguiça e outras tramas isso deixou a serie um pouco arrastada.

    ResponderExcluir