29 de junho de 2016

Seleção - Favoritos do Terror


A leitora Valéria Souza Ramos de Castro pediu pra eu listar os meus filmes favoritos em uma das postagens aqui do Blog. Decidi fazer essa postagem dedicada a ela, já que, mesmo depois de quase 5 anos de Sessão do Medo, eu nunca tenha feito um post pessoal contando o que eu gosto e o que eu não gosto no gênero, nem como eu comecei a gostar do gênero.

Fazer uma seleção de favoritos é muito complicado, porque sempre fica faltando algum filme, então vou fazer de um jeito diferente, vou postar 5 filmes que marcaram a minha infância e  consequentemente me fizeram virar um fã do gênero, destacar 10 que eu considero favoritos e fazer um Tag de favoritos com mais 10 filmes divididos por subgêneros. Vão ser 25 filmes no total!

Bom, comecei minha jornada no gênero bem jovem, com exibições de filmes de terror na TV, na época em que a TV aberta exibia filmes de terror a tarde no Cine Trash apresentado pelo José Mojica, no Cinema em Casa e até na Sessão da Tarde (quem diria?!). Além das exibições de filmes na TV, eu comecei a ser um rato de locadora. De lá pra cá não parei, e vou falar um pouco sobre a importância de alguns filmes, destacando os que eu gosto ou tem grande importância pra mim.

5 Filmes que Marcaram Minha Infância: 

The Gate - O Portão (The Gate - 1987) De Tibor Takács 



Capa do VHS de The Gate lançado pela Look Video.

Se você, assim como eu, nasceu no fim dos anos 80 e cresceu no começo dos anos 90, certamente esse filme vez parte da sua infância. Era o mascote do Cinema em Casa no SBT, onde era exibido as tardes pelo menos 3 vezes por ano. O grande diferencial de The Gate com relação a outros filmes da época é que, mesmo sendo um filme de terror, parece ser direcionado diretamente a molecada. Não que o filme seja infantil, mas ele capta bem o medo infantil e a imaginação de uma criança. Lembro de ter ficado impressionado com os efeitos na época, efeitos esses que se mantiveram com o passar dos anos, mesmo que o filme esteja meio datado.

Castelo Maldito (Castle Freak - 1995) De Stuart Gordon 


Castle Freak lançado em VHS como "Herança Maldita" pela extinta VTI.

Antes de conhecer os fodasticos Re-Animator (1985) e Do Além (1985), eu tive o prazer de ver Castle Freak de 1995 assim que foi lançado em VHS no Brasil com o titulo "Herança Maldita". Eu era um moleque na época e o filme me marcou bastante. Revendo hoje em dia, eu considero inferior a outros trabalhados do Stuart Gordon, mas ainda assim, um dos grandes filmes de terror dos anos 90.
Chegou a ser lançado em DVD pela London/Dark Side e atualmente se encontra fora de catalogo.

Palhaço Assassino (Clownhouse - 1988) De Victor Salva 


Lançado com o errôneo titulo 'Palhaço Assassino' em VHS pela Top Tape e exibido no Cine Trash como 'Mascaras do Terror'. 

Se você também assistiu esse filme quando era criança, certamente é um dos filmes que marcaram. Foi lançado no Brasil em VHS com o equivocado titulo "Palhaço Assassino", mesmo que no filme não seja 1 palhaço, mas sim 3. É o filme de estreia do diretor Victor Salva, que antes só havia dirigido um curta que hoje em dia é impossível de achar devido a problemas de direito chamado "Something in the Basement", também com o ator Nathan Forrest Winters, que nas gravações de Clownhouse foi abusado sexualmente por Victor Salva, que acabou caindo no esquecimento até o sucesso dos dois Olhos Famintos em 2001 e 2003.

Rato Humano (Quella Villa In Fondo Al Parco - 1988) De Giuliano Carnimeo


Pode parecer piada, mas se tem um filme que me assustou de verdade quando eu era criança, esse filme se chama Rato Humano. Uma tranqueira italiana com orçamento baixíssimo e muita tosquice! Lembro até hoje da capinha do VHS com uma advertência de "Filme chocante demais para crianças e pessoas de idade". Se um anão pintado de preto e usando uma dentadura com dentes pontiagudos é assustador ou perturbador demais eu não sei, mas na época eu tinha um cagaço dessa fita. A imagem do VHS era tão escura que mal dava pra ver os defeitos. Revendo hoje em dia depois e adulto é mais broxante que rever Power Rangers, mas que marcou, marcou.

Brinquedo Assassino 2 (Child's Play 2 - 1990) De John Lafia


Quem acompanhou a TV aberta nos anos 90 com certeza lembra das reprises sem fim de Brinquedo Assassino 2 no SBT em sessões como Cinema em Casa, Tela de Sucessos, Cine Espetacular e Fim de Noite. Não só foi um dos filmes que eu mais vi, com o também foi o primeiro filme de Terror que eu vi na vida. Na época com 6 anos ou 7 anos. Depois de 20 anos, ainda tenho o mesmo VHS que eu aluguei na época, antes da exibições da TV, comprei assim que os VHS saíram de catalogo com a chegada do DVD. Uma curiosidade que poucos lembram: no fim dos anos 90 a justiça proibiu o SBT de reprisar o filme na TV aberta depois que um menino esfaqueou a irmã durante uma exibição do filme na TV. O caso foi bastante divulgado na época, saindo até em primeira página de jornais.


10 Filmes Favoritos:

Aqui fica complicado, escolher só 10 entre vários é uma tarefa dificil. Vou ser direto e vou citar 10 filmes favoritos sem me aprofundar. Vou resumir cada filme pra postagem não ficar maior que o necessário.

O Enigma de Outro Mundo (The Thing - 1982) De John Carpenter


O mestre do terror John Carpenter usa de efeitos especiais e muito suspensa nesta versão arrepiante do clássico O Monstro do Ártico. No verão de 1982, um time de doze pesquisadores trabalha numa remota estação na Antártica e descobre um ser alienígena submerso na neve há mais de 100.000 anos. Descongelada, a criatura mutante possui a habilidade de duplicar e se transformar em seu hospedeiro, matando-o em seguida e espalhando o terror. O problema é descobrir quem é ser humano e quem é o possível alienígena.

Melhor filme do John Carpenter...Não precisa falar mais que isso!

O Dia da Besta (El Día de la Bestia - 1995) De Álex de la Iglesia


Um sacerdote (Álex Angulo) acredita ter encontrado a mensagem secreta do livro do Apocalipse que o anti-cristo nascerá no dia 25 de dezembro em Madri. Para deter o anti-cristo, o sacerdote se une a um jovem aficcionado por death metal José María (Santiago Segura), tentando descobrir por todos os meios em que parte de Madri o evento apocalíptico ocorrerá. Com ajuda do vidente Cavan (Armando De Razza), que apresenta um programa sobre o sobrenatural, o sacerdote terá que enfrentar a chegada do demônio, profetizado como "o dia da besta".

Filme obrigatório!!! Revejo todo ano no natal!

Phantasm (Phantasm - 1979) De Don Coscarelli


Em uma pequena cidade andam acontecendo estranhas fatalidades e a funerária Morningside tem dado conta de todos os mortos.Neste esquema intrigante Mike, um garoto curioso e de imaginação fértil, vive observando tudo a sua volta em busca de detalhes da vida de seu irmão mais velho, com isso, acaba se envolvendo num terrível pesadelo!
Sendo perseguido pelos horrores de Morningside, Mike pede ajuda ao irmão e seu amigo que logo percebem o terrível plano do Homem Alto, que irá transformar os mortos dessa cidade em seus próprios escravos.

Don Coscarelli é um gênio e Phantasm é uma obra prima!

Phenomena (Phenomena - 1985) De Dario Argento


Jennifer Corvino (Jennifer Connelly), filha de uma estrela americana do cinema, estuda em uma escola suíça sob a tutela de severa Mrs. Bruckner (Daria Nicolodi). Possuindo o dom da telepatia, Jennifer comunica-se instintivamente com insetos, especialmente quando ela ataques de sonambulismo. Isso causa alguns problemas de relacionamento com seus colegas de escola, mas desperta o interesse do entomologista Dr. MacGregor (Donald Pleasence), que frequentemente usa as habilidades dos insetos para ajudar nas investigações da polícia. Na escola de Jennifer há um serial killer espalhando o medo no lugar e a intenção do Dr. MacGregor é utilizar a moça como isca para capturar o criminoso.

Demons - Filhos das Trevas (Demons - 1985) De Lamberto Bava


Duas jovens são convidadas para a reinauguração de um antigo cinema, onde será exibido um filme de horror. Antes da sessão, uma garota se machuca ao colocar uma sinistra máscara prateada exposta no lobby do cinema. Quando a projeção começa, a situação se repete na tela: um personagem do filme que está sendo exibido se fere com uma máscara e se transforma num demônio assassino. Não demora para a situação se repetir fora da tela, e o que era ficção acaba se transformando num terrível pesadelo real.

Sem duvida o melhor filme de Lamberto Bava (filho do mestre Mario Bava) e um dos melhores filmes de "terrore" dos anos 80.

As Três Máscaras do Terror (Black Sabbath - 1963) De Mario Bava 



Nesta obra inesquecível, Mario Bava nos brinda com seu talento em três pequenos clássicos do cinema de horror. Em "O Telefone" (The Telephone), uma mulher é atormentada por ameaças de um ex-amante que fugiu da prisão. No segundo episódio, "O Wurdulak (The Wurdulak)", uma família aguarda o retorno do patriarca mas ele foi contaminado por um vampiro. No último episódio, "O Pingo D'Água" (The Drop of Water), o espírito de uma condessa volta do além para cobrar um anel que lhe foi roubado nos preparativos de seu funeral. Com a participação do lendário Boris Karloff.

Considero "Black Sabbath" o melhor filme de antologia de todos os tempos. O jeito como o mestre Bava constrói atmosfera e imagens visualmente bonitas é um dos maiores destaques. Ainda serviu de inspiração pra maior banda de rock de todos os tempos que carrega o mesmo nome.

Dark Waters (Temnye vody - 1994) de Mariano Baino 



Elizabeth chega a um convento localizado em uma ilha de um país incerto, provavelmente no leste europeu, para tentar saber mais sobre seu passado. O local é quase medieval, não tem eletricidade e as freiras vivem em completo isolamento. Ela espera encontrar uma amiga que vive lá, mas depois descobre que a moça morreu, e que o lugar vive às voltas com um mistério que envolve um antigo amuleto. Depois de travar amizade com uma das freiras, elas começam a investigar os motivos da morte de Thereza, a tal amiga.
Produção multinacional, com diretor italiano e roteiro que lembra o de “Suspiria”, de Dario Argento, O filme se garante nas boas cenas e na fotografia, valorizada pela presença do fogo em quase todas as passagens, além de uma rápida cena de gore.

Os Inocentes (The Innocents - 1961) De Jack Clayton 



Um dos maiores exemplares de "Terror atmosférico" que não precisa de imagens grotescas e efeitos sonoros pra assustar. "Os Inocentes"serviu de influencia pra vários outros filmes que se seguiram e se mantem até hoje como um dos melhores filmes de fantasmas.

Durante o século XIX, a Senhora Giddens se candidata ao trabalho de governanta e é contratada por um solteirão aristocrata que não tem tempo nem interesse em cuidar de dois sobrinhos órfãos, Miles e Flora, que moram em sua grande propriedade rural no Condado de Bly, assistidos apenas pela criadagem. Ele conta que a governanta anterior, Jessel, morrera. E pede a Senhora Giddens que não mencione o assunto à menina, Flora. Quando a Senhora Giddens chega à propriedade, ela conhece Flora e fica amiga da arrumadeira, a idosa Senhora Grose. O pequeno Miles está na escola, mas Flora avisa que ele logo voltará, o que realmente acontece para espanto da governanta, pois o menino foi expulso do colégio e chegou antes das férias regulares. Apesar de feliz com o lugar, as crianças e os criados, à noite a Senhora Giddens está sempre com o sono agitado. Ela começa a ter visões da governanta morta e também de um homem misterioso, o qual a Senhora Grose identifica pela descrição como Peter Quint, antigo vassalo na propriedade e que também morreu. Com a sucessão de eventos sobrenaturais, a Senhora Giddens se convence de que os fantasmas dos criados mortos ameaçam as crianças e está decidida a impedir esse mal e salvá-las.

A Morte do Demônio/Uma Noite Alucinante (The Evil Dead - 1981) De Sam Raimi 



Grandes filmes são feitos com pouca grana e muita criatividade. The Evil Dead, o pequeno filme de estreia de Sam Raimi é um dos maiores exemplos disso. Filmado com uma equipe limitada formada por amigos de Raimi, o filme já nasceu um clássico e um dos filmes mais cultuados de todos os tempos.

Cinco jovens vão passar um fim de semana em uma cabana isolada nos bosques de Tennessee. Os jovens têm estranhas experiências, obviamente causadas pela presença ali do Livro dos Mortos (o Necronomicon Ex Mortis, encadernado em pele humana e escrito em sangue), que logo encontram. Logo depois encontram um gravador. Dentro do mesmo a fita que foi gravada pelo dono da cabana (um arqueólogo), contém a tradução de algumas passagens do livro. Ao ser reproduzida (escutada) pelos estudantes, desperta os espíritos que estavam adormecidos e que habitam o bosque. Os espíritos começam a possuir os jovens um por um.

O Massacre da Serra Elétrica (The Texas Chainsaw Massacre - 1974) De Tobe Hooper 



Lançado em 74 com um orçamento baixíssimo, o filme chocou o público pelo estilo quase documental e violência sugerida muito superior a qualquer "Jogos Mortais" ou "O Albergue" da vida. Depois de mais de 40 anos o filme ainda se mantem como um dos maiores clássicos do gênero.

Levemente baseado em fatos reais, conta a história de um grupo de jovens que, durante uma viagem de carro, acabam caindo no caminho de uma família de pessoas insanas, cujo filho utiliza uma serra elétrica para matar as pessoas, tratando-as como carne animal.

Tags:

#Um filme slasher:
Chamas da Morte/A Vingança de Cropsy (The Burning - 1981)


Apesar de fazer parte do subgênero Slasher, esse filme foge do excesso de clichês visto na maioria dos Slasher. O ponto de partida é um acidente provocado por alguns garotos, que, sem querer, queimam da cabeça aos pés o zelador da colônia de férias onde eles estavam. E passados 5 anos, o tal zelador, chamado Cropsy, persegue Todd, um dos garotos que o queimaram (e que agora trabalha como zelador de outra colônia de férias), matando, antes disso, vários jovens que se encontram sob a responsabilidade dele.Cropsy utiliza uma tesoura de jardinagem como arma para matar suas vítimas, que estão acampadas em uma floresta.

#Um Filme de Zumbi:
A Noite do Terror (Burial Ground - 1981) 


Sabe aquela expressão "Tão ruim que é bom"? Pois é! Burial Ground é uma produção bagaceira cheia de zumbis toscos e situações absurdas, mas é bom pra caralho!!!!

Três casais vão passar uns dias em mansão no campo para viver aventuras sexuais. Sem que saibam, um pesquisador havia profanado tumbas no subterrâneo da casa, despertando uma legião de mortos-vivos que transformam as férias dos jovens num banho de sangue.

#Uma Continuação:
Rejeitados Pelo Diabo (The Devil's Rejects - 2005)


Uma das poucas continuações que superam o original. O filme é uma continuação de "A Casa dos 1000 Corpos", filme de estreia de Rob Zombie.

Determinado em vingar a morte do irmão, o Xerife John Wydell reúne um grupo de polícias fortemente armados e juntos cercam a casa da família Firefly, responsável por mais de mil mortes nos últimos anos. No entanto, Otis e a irmã, Baby, conseguem escapar do tiroteio e acabam por se juntar ao pai, o Capitão Spaulding, matando todos os que atravessam o seu caminho. Mas o Xerife Wydell está determinado em fazer justiça pelas próprias mãos… e uma carnificina de proporções épicas está iminente.

#Um Giallo:
Prelúdio para Matar (Profondo Rosso/Deep Red - 1975)


Profondo Rosso (Prelúdio para Matar em português, Deep Red em inglês, conhecido também como The Murders Hatchet), é um filme giallo italiano, escrito e dirigido por Dario Argento, e também co-escrito por Bernardino Zapponi. Foi produzido pelo pai de Argento, Salvatore Argento, e pelo irmão mai novo, Claudio Argento, e a trilha sonora do filme feita pela banda de rock progressivo Goblin, que foi influenciado pelo clássico disco Tubular bells de Mike Oldfield de 1973. É estrelado por Macha Méril, David Hemmings e Daria Nicolodi. O filme é primeiro de Argento depois da Trilogia dos Animais, que são: L'uccello dalle piume di cristallo (1970), Il gatto a nove code (1971) e Quattro mosche di velluto grigio (1971). E, depois desse filme, veio Suspiria. Desde o seu lançamento, Profondo Rosso se tornou um sucesso de crítica e de bilheteria, o tornando um clássico cult.

No Brasil o filme foi lançado em DVD em 2003 pela Works dvds, pela coleção Dark Side. Hoje em dia, esta edição é rara, e somente se acham exemplares no site Mercado Livre. Esta edição traz o filme sem cortes, inclusive com cenas dubladas em italiano em sem legendas, que teriam ficado de fora da película. No VHS lançado no Brasil nos anos 80, a cena final é cortada. Assim como os giallos anteriores da trilogia dos animais, este filme é considerado um dos melhores do gênero, que estava em franca ascensão na Europa.

#Uma Franquia:
A Hora do Pesadelo (1984 - 1994)


O sucesso do primeiro A Hora do Pesadelo de Wes Craven deu origem a bem sucedida franquia e também fez de Freddy Kruguer um dos maiores ícones do terror. É um caso raro onde todos filmes são bons, até mesmo o 6º que eu considero o mais fraco merece destaque.
Foram 7 filmes no total, feitos em um período de 10 anos. Entre 84 e 94.

  1. A Nightmare on Elm Street - A Hora do Pesadelo (1984)
  2. A Nightmare on Elm Street 2: Freddy's Revenge - A Hora do Pesadelo 2: A Vingança de Freddy (1985).
  3. A Nightmare on Elm Street 3: Dream Warriors - A Hora do Pesadelo 3: Guerreiros dos Sonhos (1987).
  4. A Nightmare on Elm Street 4: The Dream Master - A Hora do Pesadelo 4: Mestre dos Sonhos (1988).
  5. A Nightmare on Elm Street 5: The Dream Child - A Hora do Pesadelo 5(1989).
  6. Freddy's Dead: The Final Nightmare - Pesadelo Final: A Morte de Freddy (1991).
  7. Wes Craven's New Nightmare - O Novo Pesadelo (1994).


#Um filme em Found Footage:
A Bruxa de Blair (The Blair Witch Project - 1999)


Assistir A Bruxa de Blair assim que foi lançado foi uma experiencia unica! Em 1999 a internet era bem limitada e muita gente comprou o peixe de que esse filme era uma gravação real, eu me incluo nessa lista. Vendo hoje em dia com expectativa alta, talvez o público não ache grande coisa, ainda mais tendo em mão a grande quantidade de filmes que copiaram esse estilo de filmagem. Pra mim, A Bruxa de Blair é o filme definitivo de Found Footage. 

Três estudantes de cinema embrenham-se nas matas do estado de Maryland para fazer um documentário sobre a lenda da bruxa de Blair e desaparecem misteriosamente. Um ano depois, uma sacola cheia de rolos de filmes e fitas de vídeo é encontrada na mata. As imagens registradas pelo trio dão algumas pistas sobre seu macabro destino.

#Uma adaptação de livro:
O Nevoeiro (The Mist -2007)


O Nevoeiro é baseado no conto homônimo de Stephen King e dirigido por Frank Darabont. Depois que uma violenta tempestade devasta a cidade de Maine, David Drayton - um artista local - e seu filho de 8 anos correm para o mercado, antes que os suprimentos se esgotem. Porém, um estranho nevoeiro toma conta da cidade, deixando David e um grupo de pessoas presas no mercado - entre elas um cético forasteiro e uma fanática religiosa. David logo descobre que o nevoeiro esconde algo sobrenatural e que sair do mercado pode ser fatal. Mas conforme o grupo tenta desvendar o mistério, o caos se instala e fica evidente que as pessoas dentro do mercado podem tornar-se tão ameaçadoras quanto as criaturas do lado de fora.

#Um filme Asiático:
House (Hausu - 1977)


O filme mais surtado, louco e divertido que eu já vi! Gorgeous estava excitada com a idéia de passar as férias de verão com o seu pai, até descobrir que a namorada dele iria junto. Então, ela decide ir a casa no campo de sua tia, levando consigo suas amigas de escola – Fantasy (que gosta de tirar fotos e devaneia a maior parte do tempo), Kung Fu (que tem ótimos reflexos), Sweet (que adora limpar), Prof (uma super nerd), Mac (que come muito), e Melody (uma musicista). Chegando a casa, eventos bizarros começam a ocorrer e as garotas começam a desaparecer uma a uma enquanto descobrem o segredo por trás de toda a aparente loucura. Tudo isso em um tom satírico e por vezes surreal.

#Um Terrir:
Tucker & Dale Contra o Mal (Tucker & Dale vs Evil - 2010)


Trata-se de um filme de comédia simples e de baixo orçamento, com elementos praxes dos filmes de terror: jovens estudantes fazendo farra, cabana suspeita no meio da floresta, lenda local sobre massacres, todo aquele clima de região deserta e com ar de mistério. Tucker e Dale são dois amigos caipiras, humildes e bem-intencionados, que só querem passar uma folga pescando, bebendo cerveja e reformando a cabana que eles acabaram de comprar na Virgínia Ocidental, no fundo de uma floresta e em estado precário. Infelizmente, os dois são confundidos, ou melhor, são estereotipados como possíveis assassinos por alguns estudantes. A partir daí, sem entender nada, eles serão acuados como presas, apesar de que a sorte sempre está ao lado deles. Sem muito estardalhaço, Tucker & Dale vs Evil mostra que o grande vilão é resultado do psicológico das pessoas, e como uma lição, fica para o espectador que o mal surge, muitas vezes, da arrogância, prepotência, preconceito e falta de diálogo de alguns humanos.

#Um Filme Trash:
Fome Animal (Braindead/Dead Alive - 1992)  



Considerado um dos mais marcantes do estilo trash, ao lado de The Toxic Avenger. Dirigido por Peter Jackson e escrito por Stephen Sinclair, é considerado uns dos filmes mais sangrentos e grotescos (gore) da história.

Lionel é um moço que vive com sua mãe controladora. Um dia ele marca um encontro com uma moça em um zoológico, e a mãe, que não aceita o fato, decide seguí-lo. Mas, quando chega ao zoológico, ela é mordida pelo Macaco Rato da Sumatra, o qual tem uma mordida fatal chamada de "Sengaya". Depois disso, a mãe de Lionel fica doente e morre. Mas ela acaba voltando como um zumbi faminto por seres humanos. Lionel tenta esconder sua mãe-zumbi da garota, e acaba passando por situações nada agradáveis.


Então esses são alguns dos meus favoritos. Gostaria de saber dos leitores quais são os seus filmes favoritos também. Não deixem de comentar e até a próxima!

Um comentário :

  1. realmente são films muito bons(pelo menos os que assisti)... eu sitaria alguns outros muito bons tambem inclusive que basearam jogos, series e filmes mas recentes... mas eu deixo para outra hora... meus parabens e continue assim. ;)

    ResponderExcluir