31 de outubro de 2016

Crítica: Tales Of Halloween (2015)


(O texto abaixo não contém spoiler)

Adoro antologias de terror! Inclusive temos vários exemplos de bons títulos como "Contos do Dia das Bruxas", "Contos da Meia-noite", "Holidays", "V/H/S", "Creepshow" e etc.

Hoje venho falar de "Tales of Halloween", um projeto de 11 diretores que reúne 10 histórias que se passam num subúrbio americano na noite de Halloween.


"Sabe por que usamos fantasias no dia das bruxas? 
Para que os mortos não saibam quem está vivo."


1° Conto - "Sweet Thoot" dirigido por David Parker

Nele vemos um garotinho assustado pela sua babá e namorado, onde lhe é contado uma lenda sobre um tal Timothy que assombra a noite das bruxas em busca de doce.

É o mais simples, porém um dos melhores curtas. Não há nada de surpreendente e muito menos inovador, porém tem aquele climinha nostálgico dessa época do ano. Afinal, quem nunca teve medo de uma lenda urbana?

2° Conto - "The Bight Billy Raised Hell" dirigido pelo Darren Lynn Bousman

É de longe o pior conto do longa! Aqui vemos um garotinho que acaba se metendo com o vizinho errado. Foi fazer uma brincadeira e acabou não se dando muito bem.

Tentou ser engraçado, e até tem uma ideia diferente, mas o desenvolvimento é uma vergonha alheia. Não que eu quisesse algo revolucionário ou de fato assustador, mas a coisa aqui é feia. Bem chato e desnecessário. Não diverte nenhum pouco!

3° Conto - "Trick" dirigido por Adam Gierasch

É sem sombra de dúvidas o melhor conto pra mim e o mais surpreendente. Aqui veremos dois casais que estão curtindo a noite de Halloween em casa, e acabam se deparando com criancinhas do mal.

A história me deixou vidrada e surpresa com o seu desfecho. Quando você pensa que sacou a história, lá vem um plot twist bem interessante. Até imaginei um filme com essa premissa. Acho que daria muito certo!

4° Conto - "The Weak and The Wikcked" dirigido pelo Paul Solet

É uma história de vingança, de um adolescente que invoca um demônio para se vingar de uma gangue de delinquentes.

De início achei tudo sem graça/chato, mas depois que você percebe do que se trata, a coisa fica bem bacaninha. Tem um argumento válido e um resultado satisfatório. Novamente uma ideia que daria um bom filme!


5° Conto - "Grim Grinning Ghost" dirigido por Axelle Carolyn

O conto sobrenatural é sobre uma garota que se perde do caminho e é seguida por um espírito. É protagonizado pela querida Alex Essoe (Starry Eyes 2014) e ainda conta com a participação da Diva Lin Shaye (franquia "Insidious", "Serpentes á Bordo" etc)

É um dos mais fracos segmentos, tendo em vista o potencial que tinha. Mantém um bom clima de suspense, mas o desfecho é simples demais (só que num mau sentido). Fiquei, só isso?

6° Conto - "Ding Dong" dirigido por Lucky Mckee

Temos a história de uma mulher nada normal, e totalmente revoltada por não poder ter filhos. Ela desconta tudo isso no seu marido, coitado.

A ideia é interessante, mas o desenvolvimento é massante e super tosco. Ele é protagonizado pela ótima Pollyana McIntosh (The Woman). A ideia foi ser caricato, então...


7° Conto - "This Means War" dirigido por John Skipp e Andrew Kasch

O que era pra ser apenas uma noite feliz de halloween, acaba se transformando numa disputa mortal entre 2 vizinhos.

A história é bem leve, e engraçada até. Quem nunca teve aquele vizinho chato pra caramba? Aqui veremos até onde essa rincha pode nos levar.


8° Conto - "Friday the 31st" dirigido por Mike Mendez

Uma linda moça indefesa tenta fugir de um assassino deformado em uma floresta na noite de Halloween.

Esse segmento fez uma mistureba muito legal haha. É uma espécie de "Sexta-feira 13" (como sugere o título), com uma pitada alienígena e um desfecho totalmente "Evil Dead". Não é incrível, mas valeu pelas referências. Os fãs vão curtir muito! Desligue o cérebro e embarque nessa doideira!


9° Conto - "The Ransom of Rusty Rex" dirigido por Ryan Schifrin

Aqui 2 bandidos sequestram uma criança milionária e acabam descobrindo da pior maneira que nem tudo é o que parece.

Um dos melhores curtas dessa antologia! Tem uma boa história, ágil desenvolvimento e diverte pra caramba. Quem faz a criança estranha é o saudoso Ben Woolf, que participou de algumas temporadas de "American Horror Story".

10° Conto - "Bad Seed" dirigido por Neil Marshall

A polícia sai a caça de um assassino totalmente improvável, uma abóbora.

Esse segmento me lembrou um pouco "Halloween 3", mas é o oposto e totalmente inferior. A ideia soa engraçada e você pensa pelo menos que vai se divertir com todo esse lance de abóbora amaldiçoada... mas que nada. Está entre os piores!


De maneira geral "Tales of Halloween" é uma obra legal pra se assistir no dia 31 de outubro, isso se você entender que a intenção não é causar medo e sim brincar com essa data. Mas também se não assisti-lo não estará perdendo nada.

*O FILME SE ENCONTRA DISPONÍVEL NA NETFLIX.

Por Lu Souza

Ficha ténica

Título: Tales of Halloween
Ano: 2015
País: EUA
Duração: 92 minutps
Direção: Darren Lynn Bousman, Axelle Carolyn, Adam Gierasch, Andrew Kasch, Neil Marshall, Lucky McKee, Mike Mendez, Dave Parker, Ryan Schifrin, John Skipp, Paul Solet
Roteiro: Axelle Carolyn, Andrew Kasch, Neil Marshall, Lucky McKee, Mike Mendez, Dave Parker, Ryan Schifrin, Clint Sears, John Skipp
Produção: Shaked Berenson, Axelle Carolyn, Tada Chae, Patrick Ewald, Mike Mendez

Elenco: Booboo Stewart, Ben Woolf, Cerina Vincent, Grace Phipps, Sam Witwer, Lisa Marie, Adrienne Barbeau, Lin Shaye, Pollyanna McIntosh, Barry Bostwick, Greg Grunberg, Keir Gilchrist, Barbara Crampton, Adrianne Curry, John Landis, Caroline Williams, Clare Kramer, James Duval, Madison Iseman, Jose Pablo Cantillo

Postar um comentário