10 de novembro de 2016

Crítica: Premonição 3 (2006)


Foi em 2016 que "Premonição 3" completou dez anos de idade. O terceiro filme a franquia foi lançado no dia 10 de fevereiro de 2006. A critica que farei aqui terá spoiler e como tem pessoas que ainda não viram o filme e preferem ler as criticas antes de ver o filme, fica aqui o alerta.

Lembro que em 2006 eu estava me adaptando a viver só, e nesse tempo eu não usava Internet com tanta frequência... Quando passei na frente do cinema e vi o cartaz do filme, pirei... Fiquei quase uma hora admirando o cartaz  e pensando num jeito de pegar ele sem ser pego pelos seguranças. Aquele pôster é sem duvidas o meu favorito, o elenco principal na montanha-russa de cabeça para baixo, alguns com a imagem da caveira e parte da face... Nossa, me chamou muito a atenção.

O primeiro longa foi sem duvidas algo inovador para o cinema, trouxe um vilão diferente, personagens com mais de uma camada e como a cereja do bolo, trouxe mortes criativas e mirabolantes que empolga qualquer um que as vê. O segundo filme, embora um pouco mais estereotipado e menos impactante que o original, continua sendo uma boa diversão e mantem a franquia num nível alto. Então temos agora a parte 3, e digo logo que uma coisa muito rara aconteceu aqui. O terceiro filme superou a qualidade do segundo longa e, para alguns (como eu), superou o primeiro filme, e todos nós sabemos que é atípico um longa em plena parte 3 superar o original que já é algo diferente.

O diretor volta a ser James Wong do primeiro filme. O elenco é composto por:  Mary Elizabeth Winstead no papel da protagonista Wendy Christensen; Ryan Merriman como Kevin Fischer; Kris Lemche como Ian McKinley; Alexz Johnson como Erin Ulmer; Gina Holden como Carrie Dreyer; Jesse Moss como Jason Robert Wise; Amanda Crew como Julie Christensen; Chelan Simmons como Ashley Freund; Crystal Lowe como Ashlyn Halperin; Sam Easton como Franklin "Frankie" Cheeks; Texas Battle como Lewis Romero.

A película possui uma introdução muito interessante que mostra brinquedos de parques de diversões de uma forma desfocada ao som da musica tema remixada muito legal. Aliás, a trilha sonora do filme é algo que tenho que mencionar, ela não é frenética como a do segunda filme e mantem um suspense como a do primeiro.

O filme abre com um grupo de estudantes comemorando a sua graduação do colegial num parque de diversões... Enquanto todos brincam e se divertem, Wendy registra cada momento com a câmera que ela pegou emprestado da escola. Assim como nos filmes anteriores, não demora muito para que Wendy comece a perceber que algo não está certo. Logo ficamos conhecendo o namorado de Wendy, Jason. O melhor amigo do Jason, Kevin. E a namorada de Kevin, Carrie. No parque estão outros formandos como as patricinhas inseparáveis, Ashley e Ashlyn. O tarado do Frankie. O irritante narcisista do Lewis, e o casal gótico, Erin e Ian. Além deles, a irmã mais nova de Wendy, Julie, está com suas amigas no local.

Wendy começa a ficar atordoada quando o grupo resolve ir na montanha-russa, Jason a encoraja a ir no brinquedo e ela aceita. Para ver quem vai na frente, o grupo tira 'cara ou coroa' e Kevin acaba acompanhando Wendy no fim do carrinho. Um pouco antes do brinquedo começar, nós começamos a ver os primeiros sinais de que algo vai dar errado. Todo mundo sabe o que vai acontecer, por esse motivo o roteiro não enrola em fazer mistério, devagar vamos vendo a armadilha mortal sendo feita pela Morte. Gente, a cena em que a montanha-russa começa a subir com aquela trilha sonora, é ótima, e quando o carrinho chega lá no auto e a câmera da um giro de 360 graus dando dimensão da altura em que o grupo estava e a felicidade dos estudantes (Menos de Wendy), é muito empolgante.

Tudo começa a dar errado com uma falha na hidráulica. E, durante um looping, Ashley derruba a câmera de Frankie, piorando a situação. Os assentos se soltam e a parte da frente também. Os carrinhos da parte da frente caem em uma curva violenta, matando Jason, Carrie, Ashley, Ashlyn e Frankie. Lewis que estava ao lado de Frankie, se solta do carrinho e é salvo de cair por Kevin. Kevin segura Lewis por uma parte do percurso, mas Lewis é atingido por um carrinho que soltou e bate com força na estrutura da montanha-russa, morrendo. O mesmo carrinho torce parte da estrutura. Enquanto isso, os carrinhos que não despencaram, param em um looping, e Kevin, Wendy, Ian, Erin e outras duas pessoas que até então não são identificadas, ficam segurando nas travas do brinquedo. Erin e Ian não aguentam muito e caem, logo em seguida os outros dois não identificados também caem e morrem. Kevin e Wendy tentam empurrar o carrinho para a frente, mas ele vai para atrás. Kevin, não podendo sentar pois o casaco estava preso, é partido ao meio pela parte da estrutura torcido pelo carrinho após a morte de Lewis, e Wendy cai violentamente nos trilhos. Essa foi a premonição de Wendy... No geral não foi tão impressionante quanto a do avião ou a do acidente na rota 23, mas ainda sim, foi uma ótima experiência.  

A jovem percebe que tudo estava acontecendo como no seu sonho, então a garota se desespera e pede para sair do carrinho. Lewis provoca a garota e começa uma briga com Kevin, Ian e Erin tentam apartar a briga, por causa disso, todos da segunda parte do carrinho saem do brinquedo. Entretanto, os da parte da frente não puderam sair do brinquedo, entre eles estavam Jason e Carrie. O acidente acontece e todos que estavam na montanha-russa morreram. 

Tempos depois, Wendy está isolada. Ela não quer saber de festas, só quer pegar o seu diploma e voltar para sua casa. Ashley e Ashlyn tentam animá-la a convidando para uma sessão de bronzeamento artificial. Kevin conta para a jovem que há seis anos, um rapaz teve uma visão de um avião explodindo, ele tirou os amigos do avião e o aeronave explodiu como na visão... Nos meses seguintes, todos os sobreviventes foram morrendo na ordem que deviam ter morrido na visão, e só se salvavam quando alguém interferia na morte deles. 

Ashley e Ashlyn vão para a sua sessão de bronzeamento artificial. Enquanto isso, Wendy decidi colocar a suas fotos no computador, é aí que ela percebe algo estranho. As fotos estão bizarras, com borrões, enfoques e desfoques... Enquanto isso, as Ashley e Ashlyn decidem preparar sozinhas as coisas para o bronzeamento uma vez que o irresponsável do atendente fica resolvendo problemas familiares por telefone. Devo destacar também uma coisa muito curiosa e oportuna, a musica que as garotas escutam enquanto se bronzeiam... 'Love Rollercoaster', algo que no português seria algo como 'Montanha-Russa do amor', foi algo oportuno e bem interessante. Logo as duas moças começam a perceber que as câmaras de bronzeamento estão ficando cada vez mais quente. Wendy, ao olhar a fotos das duas moças, percebe que algo pode estar acontecendo, então ela liga para as duas... No entanto, as jovens acabam ficando presas nas câmaras e morrem queimadas. Até aqui, essa sequência pode até não ter sido a mais criativa, porém foi a mais violenta da franquia toda, as duas garotas sentindo o calor aumentar lentamente até chegar a um ponto intolerável é agoniante, além de que o mecanismo que fez elas se prenderem nas câmeras é bem interessante.

No velório das duas, Wendy se encontra com Kevin e fala que sente que algo ruim a persegue desde aquele dia na montanha-russa e que algumas fotos podem dizer como uma pessoa morreu ou vai morre, ela exemplifica coisas muito interessantes como a foto da sombra de um avião numa das WSC insinuando o 11 de setembro, e o acidente da estrada 23 no segundo filme.  

Kevin, percebendo que Wendy está fraca, leva ela até um drive thru. Eles analisam que se a morte está matando na ordem em que deviam ter morrido na visão de Wendy, Frankie era o próximo da lista. E mesmo tentando descobrir algo, não adianta... Frankie acaba morrendo num acidente extremamente bizarro. Essa morte tem uma boa referência ao segundo filme relacionado a um caminhão, referência que só os mais atentos aos detalhes vão notar. 

Depois disso, Wendy e Kevin, mesmo um não gostando do outro, se unem para descobrir como o próximo da lista vai morrer. É interessante essas conversas porque os personagens vão ganhando peso. Por exemplo, em um determinado momento, Kevin diz para Wendy que ia pedir Carrie em casamento. Paradoxalmente, antes de embarcar na montanha-russa, Carrie havia dito para Wendy que ia terminar com Kevin. Wendy também tem uma fama de ser mandona e controladora, e nós vamos vendo isso em vários momentos, além da relação dela com Julie que como qualquer irmão é algo tipo 'amor e ódio'. 

Depois disso, passamos para uma das mortes mais sem graça do filme, também, não é para menos. Morte ruim para um personagem ruim. Estou falando de Lewis, o narcisista que não para de dizer que ele é bom, que ele é o cara, que ninguém pode com ele, que ele é demais... Essa morte acontece numa academia pra lá de bizarra. Kevin e Wendy estão lá para alertar o colega do perigo eminente, conforme eles vão ouvindo as baboseiras do Lewis, os dois vão identificando coisas na academia que estão na foto, mas não tem jeito mesmo, Lewis morre, graças a Deus.   


É a vez de Erin e de Ian, os dois trabalham numa loja de construção. Kevin e Wendy vão visitá-los e explicam dos esquema. Apesar de céticos, eles fazem uma conversa interessante a respeito, inclusive é uma duvida interessante que nenhum filme usou até agora: "O que acontece com a lista da Morte se uma pessoa que está nela, mas não é o próximo, morrer?".. Eugene tentou se matar no segundo filme, e não conseguiu porque não era a vez dele... O que aconteceria se ele conseguisse se matar? Enfim, é um poton interessante levantado por Ian. 

Enquanto isso, a Morte vai arquitetando o próximo evento que matará alguém... É um efeito dominó muito bizarro e exagerado ao mesmo tempo, mas também, num filme da franquia Premonição, a ultima coisa que se quer ver são mortes sem graça. Uma das coisas mais legais do filme é ver como um pequeno detalhe, uma besteira, pode causar uma morte, e é exatamente isso que o Premonição 3 entrega. Em meio aos eventos que estão acontecendo. Ian é salvo por Kevin e a morte pula para o próximo da lista que era Erin que acaba morrendo. 

Depois de depor na delegacia, Wendy vai para sua casa e volta a investigar as fotos. Uma coisa nova que acontece nesse filme é que nós não conhecemos todas as pessoas que estavam na montanha-russa. Wendy não sabia quem estava atrás de Ian e da Erin... Mas, logo ela descobre que Julie, a sua irmã, era a pessoa desconhecida. Wendy liga para Kevin e diz que ela é a próxima e que foi para a festa de aniversário da cidade, Kevin que trabalha no local fica de olho. No caminho para a festa, Wendy percebe que está sendo seguida por Ian. 

Kevin tenta alertar Julie que ela corre perigo, mas a garota não quer ouvir. Enquanto isso, a Morte vai preparando tudo para outro acidente. O local onde a festa está acontecendo, está movimentado, muitos esperam a hora de ver os fogos de artifício. Só que é através de uma brincadeira de dois babacas que tudo começa a dar errado. Eles assustam um cavalo com uma bombinha, e o bicho corre desgovernado pelo local, quase matando Julie que é salva no ultimo momento por Kevin. Wendy chega no local e pergunta para sua irmã quem estava no lado dela na montanha-russa. Nem dá tempo de Julie falar, a vsua melhor amiga, Perry, é morte empalada por uma barra de ferro. 

Pronto, agora era a vez de Kevin, sem perder tempo, Wendy salva o rapaz de morrer queimado. Agora só faltava Wendy e o que ela descobriu nas fotos é que o Ian ia provocar a sua morte, ele aparece no local. Confesso para vocês que eu não entendi ao certo o porquê da morte ter pulado a Wendy e ter ido direto para o Ian, mas acredito que quando ela percebeu que os fogos iriam atingi-la, ela, Kevin e Julia se ajudaram ao se jogar no chão e pelo fato de Kevin e Julie salvarem Wendy, a morte recomeçou a lista e voltou foi para Ian. Além disso, tem algo estranho aqui. Ian fez posições com as mãos semelhante ao da foto, então... Se a Morte sabia que ele ia fazer aquela posição com as mãos naquele momento e que ele iria morrer ali, então ela sabia que ele iria sobreviver ao acidente na loja de construção? Em todo caso, o Kevin faria a mesma cara que na foto que Wendy bateu em um acidente no metrô depois que tudo isso havia acontecido, se foi erro ou não, ficou mal explicado... Mas isso é só um detalhe que não vai fazer muita diferença.


Seis meses depois, Wendy recomeçou a vida, ela tem novos amigos e está no metrô. Mas algo estranho volta a acontecer, ela vê menções as mortes de seus amigos, percebe a presença do sinistro número 180 e se encontra com Julie e Kevin no mesmo vagão. É aí que o trem descarrilha e mata todos no local, acidente esse provocado por um rato e um fio desencapado... Foi outra premonição, Wendy avisa a Kevin e a Julie e todos tentam sair do trem. O filme acaba com nós ouvindo um barulho da qual não sabemos distinguir se é o trem parando ou se é o acidente acontecendo.   

No geral, Premonição 3 mostrou tudo o que vimos nos filmes anteriores, a maior diferença está nas pistas que Morte deixou para os sobreviventes nas fotos tiradas no parque. Acho que além das mortes, o que difere esse dos demais, é a ambientação que é tão sombria quanto a do primeiro. Uma análise interessante é ver o desenvolvimento da amizade de Kevin e Wendy enquanto correm contra o tempo para salvar seus amigos. Particularmente, eu gostaria que eles tivessem sobrevivido, mas pelo que parece não foi o que aconteceu. 

Embora esse seja o meu favorito, preciso dizer que o filme tem problemas, alguns personagens são totalmente vazios e sem profundidade, isso faz com que você pouco se importe se ele vive ou morre. Diferente do primeiro, quer dizer, quem aqui não sofreu com a morte de Alex e Clear, ainda mais daquela forma?... Isso é porque você se importava com eles e isso foi trabalhado durante o filme. Nesse filme, alguns personagens aparecem três ou quatro vezes só para fazer presença e depois morre. Quem realmente teve destaque foram Wendy e Kevin, no máximo Ian, Erin e Julie também. Por esse motivo, vou dar uma nota 8,0 para ele. 'Premonição 3' é melhor que 'Premonição 2', mas fica ali entre o: 'é e não é melhor que o Premonição 1'.



Menções ao número 180:


- O número do chaveiro do carrinho que anda sozinho na loja de construção e provoca a morte de Erin, tem uma etiqueta “Unit 081”, só que o chaveiro estava de cabeça para baixo formando o numero “180”.
- Depois que Ian morre, seis meses se passam até aquela cena no metrô. Se cada mês tiver 30 dias, seis meses são 180 dias. 
- Wendy vê o reflexo do numero 081 no espelho do metrô formando o numero 180.

Curiosidades:

- Estava "em obras" desde 2003. É mencionado no DVD de Final Destination 2 (2003). Existem
rumores de que as primeiras filmagens ocorreram em um navio em Los Angeles, contudo o filme foi reformulado para acontecer num parque de diversões de uma cidade do interior.

- Kris Lemche teve que fazer aulas de condução de empilhadeiras por dois dias para poder dirigir uma no filme.

- Helga Ungurait, supervisora de roteiro apelidou Texas Battle como "o rei de adição da palavra 'fuck", por ser capaz de usar o palavrão em cada cena possível .

- Ashley Tisdale fez teste para o papel de Erin, mas não conseguiu. Vanessa Hudgens fez teste para o papel de Julie, mas perdeu para Amanda Crew.

- No Japão, o filme é renomeado para "Final Deadcoaster".

- A cena do bronzeamento artificial foi filmada em um set fechado. Somente os operadores de câmera estavam no mesmo quarto com as atrizes, e cortinas pretas estavam posicionadas para manter o resto da equipe de produção do lado de fora.

- Ryan Merriman usava almofadas de enchimento no peito e no cotovelo, quando empurrava Kris
Lemche pra fora do caminho da queda da madeira, além de seus dublês terem de fazê-lo também.

- Amanda Crew fez o teste para Erin e Alexz Johnson fez o teste para Julie, contudo as atrizes acabaram com papéis trocados.

- Perto do final, o número do metrô é o 081. Quando refletido no espelho, fica 180, que é o mesmo número do voo principal de Final Destination.

- Ashlyn e Ashley ouvem a música "Love Rollercoaster" no salão de bronzeamento, que refere-se à montanha-russa que deveria ter as matado.

- No roteiro original, Ian McKinley era uma garota que tentava evitar a morte do namorado. Erin era originalmente um homem.

- Ian McKinley foi originalmente chamado de Logan. Frankie Cheeks era Scotty. Ashley e Ashlyn eram chamadas de Jennifer e Jessica, Erin era chamada de Phoebe e Perry se chamava Ming.


- O título era anteriormente conhecido como "Cheating Death: Final Destination 3" ou "Final Destination 3D". Foi considerado usar 3D no filme, mas concluiram que ficaria muito caro e complicado.

- O sobrenome de Ian, o nome da escola e o nome da cidade (McKinley), referem-se ao presidente William McKinley, que foi assassinado.

- O caminhão que esmaga o carro com Kevin e Wendy e acaba provocando uma morte no drive-thru é a mesmo caminhão de "Beba com responsabilidade", da cena de abertura de Final Destination 2.

- A música tocada durante o funeral de Ashley e Ashlyn é a mesma canção tocada durante o memorial do voo 180 em Final Destination.

- Foram necessárias 20 tentativas para o martelo cair corretamente sobre a alavanca de câmbio da empilhadeira na cena da loja.


- A cena da loja foi na maior parte filmada em uma loja real. Eles só foram autorizados a filmar depois que a loja fechou e tinham que deixar a loja do mesmo modo em que a encontraram. Enquanto diferentes takes da cena estavam sendo filmados, outros membros da equipe iam colocando objetos de volta nas prateleiras. Além disso, eles tiveram que esconder objetos, nomes de marcas, trazer outras marcas e posicionar objetos em frente a painéis de merchandising, no receio de processo por empresas, que geralmente não querem seu próprio nome ou seus produtos associados com um "filme de mortes de adolescentes".

- Os membros do elenco tiveram que andar na montanha-russa 26 vezes na mesma noite, a fim de filmar as cenas da visão.

- A maioria dos celulares mostrados no filme são Motorola Razr V3, que faziam sucesso na época.

- Tony Todd, que interpretou o agente funerário nos dois primeiros filmes, fez a voz do diabo na entrada da montanha-russa. Ele também fez a voz do locutor dizendo "Este é o fim da linha" no final do filme.

- O final foi re-filmado, devido a reações desfavoráveis do público em sessões de pré-visualização. Isso também aconteceu com os dois filmes anteriores da série.


- Como nos dois primeiros filmes da série, os nomes de vários personagens são referências a cineastas de terror. Os personagens "Wendy e Julie Christensen" lembram Benjamin Christensen, diretor de Haxan (1922), o personagem "Erin Ulmer" tem o mesmo sobrenome de Edgar G. Ulmer, o personagem "Lewis Romero" é uma homenagem aos diretores Herschell Gordon Lewis e George A. Romero, o personagem "Jason Robert Wise" é uma referência a Robert Wise, diretor de The Haunting (1963 / I), a personagem "Carrie Dreyer" é uma referência à Carl Theodor Dreyer, diretor de Vampyr (1932), a personagem "Ashley Freund" é uma homenagem ao fotógrafo e diretor Karl Freund e a personagem "Ashlyn Halperin" é uma referência à Victor Halperin, diretor de White Zombie (1932).

- Grande parte das filmagens da montanha-russa foram filmadas no "Corkscrew" em Playland - Vancouver, Canadá. O brinquedo real tem uma queda inicial de 20 metros e gira ao redor de si mesmo antes de entrar no espiral duplo, enquanto a queda no filme é de 60 metros, seguido de um espiral duplo.

- A música tocando no rádio antes da morte de Lewis na sala de musculação é "Killing Time", de (Hed) .

- Após terminarem de filmar a primeira versão no final do inverno de 2005, a produção do filme terminou de editá-lo em 31 de janeiro de 2006. O filme estreou em Fevereiro de 2006.

- Durante as filmagens, Alexz Johnson quebrou o nariz.

- No lançamento do DVD, Kristen Cloke, esposa do roteirista Glen Morgan e estrela de Final
Destination (2000), fez a voz da narradora na edição especial do filme.

- Mary Elizabeth Winstead (Wendy Christensen) não podia dirigir e uma dublê teve de ser usada quando ela sai do estacionamento da escola.

- Na loja de ferramentas durante a série de eventos, um objeto tem "UNIT 081" escrito sobre ele. É uma referência ao fatídico número: 180.

- A cena da cama de bronzeamento foi baseada em quatro lendas urbanas. Uma delas é a lenda de uma noiva, em algumas versões uma caloura que queria o bronzeado perfeito mas acabou cozinhando suas entranhas pelo uso excessivo de camas de bronzeamento. A segunda e terceira lenda envolvem a música do Ohio Players "Love Rollercoaster", que toca durante a cena. Uma das lendas diz que o grito ouvido entre o primeiro e o segundo verso da canção pertencem a uma mulher sendo assassinada enquanto a música estava sendo gravada. A outra lenda diz que o grito é o da mulher que posou para a capa do álbum, sua carne foi rasgada quando a substância acrílica sobre o corpo dela (para fazer parecer "pingando mel"), foi removida de qualquer jeito pelos membros da equipe. A quarta lenda urbana é da noiva recém-casada que brincava de esconde-esconde no dia de seu casamento e morreu quando o tronco em que ela se escondia quebrou e caiu no chão, bloqueando a saída. Em algumas versões da lenda, algo cai sobre o tronco, impedindo a noiva de abrí-lo por dentro, bem como a forma como a prateleira caiu sobre as camas de bronzeamento, mantendo-as fechadas.

- De acordo com um artigo de jornal que você encontra no DVD especial de Premonição 3, Kimberly Corman e o policial Thomas Burke morreram quando se encontraram na Hardware Goldstein. Um Camaro (de Evan Lewis, vítima de Premonição 2) rolou morro abaixo e se chocou contra a frente da loja. Os dois tentaram fugir pela porta dos fundos quando a blusa de Kimberly enroscou numa Woodchipper (máquina de moer madeira) com defeito, que voltou a funcionar imediatamente. Thomas tentou salvá-la e ambos foram puxados para o triturador de madeira. O triturador de madeira pertencia à Roger Gibbons (cujo filho morreu no final de Premonição 2, na explosão da churrasqueira).

- Quando Wendy está indo pro centenário, ela vê um lobo grande e negro na estrada. É provavelmente uma referência a uma criatura mencionada na mitologia, conhecido como "The Grim" por fãs de Harry Potter. Um cão grande negro serve como um presságio de morte.

Versão Interativa.


Nos países onde a série fez mais sucesso, foi lançado em dvd uma versão especial do filme, apelidada de "Premonição 3 - Edição Especial - Versão Interativa" no Brasil, ou simplesmente "Final Destination 3 - Choose Your Fate Edition" nos EUA.

Nos Estados Unidos, essa versão foi lançada no próprio dvd do filme: uma versão dupla, que no disco 1 consiste o filme normal e a versão alternativa, e outro dvd bônus (disco 2) tem mais de duas horas de extras. No Brasil, a Playarte lançou duas versões do dvd: A versão normal, que consta com o filme e aproximadamente meia hora de extras, e outra versão do dvd, com o filme interativo, sem extras. (Muito rara)

Na verdade, essa tecnologia que alavancou as vendas nos Estados Unidos não passou de um pretexto para divulgar o dvd, que é anunciado como "Decida quem vive ou morre" embora o próprio dvd contrarie esse anúncio, com poucas cenas alternativas na realidade.

Devido a confusão com os roteiros variados que o elenco recebeu, os atores gravaram as mesmas cenas várias vezes, com detalhes diferentes e etc. Depois a produção viu que poderiam fazer algo legal com aqueles rolos de filme sobrando e pronto.

* No início, quando Kevin joga a moeda para cima, o dvd pergunta se deve cair "Cara ou Coroa". Se você escolher "cara", o filme segue normal, e se você escolher "coroa", acontecem as mesmas coisas até a visão acabar e Wendy acorda ainda na fila do brinquedo, enlouquecendo e tirando apenas Carrie, Jason e Kevin. Os outros continuam no brinquedo, e quando Wendy se afasta com o grupo, eles vêem a montanha-russa descarrilando por outro ângulo. Em seguida aparece um vídeo com as fotos dos personagens e dizendo o que aconteceu com eles após o acidente.

Na cena do bronzeamento, quando Ashlyn vai selecionar a temperatura, o dvd pergunta "73 ou 76 graus". Se você selecionar "73 graus", o filme segue normal, mas se você selecionar "76 graus", Ashlyn diz algo do tipo "Alguns graus não vão fazer mal" e no meio da sessão, ela diz que deixou a sala muito quente e se levanta da cama, bem a tempo de levar uma prateleirada na cabeça e ficar desacordada. Ashley começa a sofrer e Ashlyn fica desmaiada por um bom tempo, até acordar (nessa parte temos uma visão safada do bumbum da Crystal Lowe) e enfim, puxar a tábua que prendia Ashley. Ashlyn abre a cama e pega na mão de Ashley. O vidro quebra, Ashley afunda e uma corrente de alta tensão atravessa a cama, pegando Ashley e passando o choque para Ashlyn. As duas morrem eletrocutadas .

Na cena em que Frankie morre no drive-through, o dvd pergunta se Wendy deveria buzinar mais uma vez. Escolhendo "não", a cena segue normal, escolhendo "sim", Kevin e Wendy percebem que Frankie está no carro da frente e Kevin o salva.

Após a cena em que Kevin e Wendy estão olhando as fotos no computador, quando Kevin vai embora o dvd pergunta se Wendy deve olhar as fotos mais uma vez. Se escolher "não" o filme segue normal, se escolher "sim", ela percebe um sinal a mais e no outro dia, chegam mais cedo no ginásio. Kevin fala tudo o que Lewis falou na cena do filme, e quando entram na sala, Lewis pára de trabalhar no aparelho e olha assustado para ambos. O peso esmaga a cabeça dele um pouco mais rápido.

Na cena da loja o dvd pergunta se Ian deve ou não acertar os pombos com a pistola de pregos. "Tiro certeiro ou tiro de advertência". Se selecionar "tiro certeiro", a cena segue normal, mas se selecionar "tiro de advertência, ele não consegue matar nenhum pombo. Mais tarde, quando vários itens das prateleiras caem, é um pombo que voa em Erin, a derrubando no chão, e a fazendo bater a cabeça na pistola de pregos. Em seguida, o pombo começa a bicar a foto de Erin, mas no rosto de Ian.

Se você tiver salvado Frankie alguns momentos antes, o dvd pergunta se valeu a pena ter o salvo. Se selecionar "sim" aparece um vídeo mostrando que ele foi preso por filmar com sua câmera partes íntimas de várias garotas. Uma policial percebe a câmera e pergunta se ele filma garotas. Ele responde que sim e ela revela que é policial e o prende.

Quando o pedestal está prestes a matar Ian, o dvd pergunta se ele deve pular pro lado esquerdo ou direito. Se selecionar "direito", o filme continua normal, se selecionar "esquerdo", o pedestal o esmaga completamente e Wendy, Kevin e Julie se levantam do chão. Julie diz que não tirou mais nenhuma foto e Wendy pega a câmera, joga no chão e os três se afastam. O filme acaba.

Se você tiver selecionado "direito" na escolha acima, mais tarde no metrô quando Wendy se aproxima da tabela de locais, o dvd pergunta "Com mapa ou sem mapa". Se selecionar "sem mapa" o final do filme é o mesmo, mas se selecionarmos "com mapa", Wendy olha a tabela por um bom tempo até que percebe escrito "END" (fim) em destaque. A câmera foca num jornal sobre um mendigo, com a foto de Kimberly e Thomas Burke, sobreviventes de Premonição 2, e pergunta se você quer ler os detalhes. Se escolher sim, você descobre que ambos morreram sugados numa máquina de cortar madeira, numa loja de construção. Após isso, o acidente do metrô acontece do mesmo jeito, e ao invés de Wendy acordar de uma visão, ela é atropelada por outro metrô, espirrando sangue pra todo lado. Ela não acorda da visão.

Abaixo está o texto do jornal que explica a morte de Kim e de Thomas. 


Bom gente, acho que isso é tudo... Uma coisa é certa, melhor ou pior que o primeiro Premonição, esse filme não é o pior da franquia como um todo. Premonição 4 veio para mostrar como não fazer um filme da franquia, até a próxima.  

Ficha técnica


Titulo: Premonição 3.
Titulo Original: Final Destination 3.
Diretor: James Wong.
Roteiro: James Wong, Glen Morgan, Jeffrey Reddick.
Elenco: Mary Elizabeth Winstead  (Wendy Christensen); Ryan Merriman (Kevin Fischer); Kris Lemche (Ian McKinley); Alexz Johnson (Erin Ulmer); Gina Holden (Carrie Dreyer); Jesse Moss (Jason Robert Wise); Amanda Crew (Julie Christensen); Chelan Simmons (Ashley Freund); Crystal Lowe (Ashlyn Halperin); Sam Easton (Franklin "Frankie" Cheeks); Texas Battle (Lewis Romero).

Sinopse: Wendy decide comemorar sua formatura com os amigos, em um parque de diversões. Quando eles estão prestes a embarcar numa montanha-russa Wendy tem uma súbita visão, de que um acidente no brinquedo a mataria e também a seus amigos. Wendy entra em pânico e consegue deixar o carro da montanha-russa, recebendo a ajuda de Kevin. Uma confusão no local faz com que outras pessoas desembarquem, sendo que logo depois a previsão de Wendy se confirma. Pouco depois Wendy encontra pistas de que os sobreviventes do acidente estão com os dias contados, através de fotos que tirou no dia em que tudo aconteceu. Ela e Kevin passam então a tentar desvendar as pistas o mais rapidamente possível, já que suas vidas e as de seus amigos correm risco.


Trailer
video

Por: Michael Kaleel.


Description: Rating: 4 out of 5

7 comentários :

  1. Minha opinião dos filmes:
    1° - Premonição 2
    2° - Premonição
    3° - Premonição 3
    4° - Premonição 5
    5° - Premonição 4
    Acho esse com mortes muito boa, mas como você disse tem muitos personagens e não são carismáticos como os dos outros filmes. Ah, e o sétimo parágrafo do enredo do filme na verdade teria que ser o quarto, tem que arrumar isso aí. E eu queria saber porque as críticas de American Horror Story: Asylum e Salem não estão disponíveis, aparece ''Page not Found''.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vinícius, na verdade os parágrafos estão certos, rs. E quanto às críticas, consertei os links, dá uma olhada de novo.

      Excluir
  2. na minha opinião premonição 3 e premonição 1 são os melhores,agora premonição 4 é totalmente descartável de tão ruim que é.
    pelo menos houve um 5° filme considerado bom, pra encerrar a franquia!

    ResponderExcluir
  3. Se a sequencia da morte das Ashs não foi uma das mais criativas, o que foi então? Eu achei brilhante tudo o que levou à morte delas.
    Premonição 3 é o queridinho dos fãs (me incluo). Acho que o acidente na montanha-russa foi o lugar mais criativo que poderiam ter pensado para essa franquia.
    Essa crítica mais parece um review do que uma crítica em si KKKKKKKKKKKKK Quanta empolgação pra falar sobre um filme.
    Sexto filme vem aí \o/

    ResponderExcluir
  4. Acho Premonição 3 o melhor, e o 4 o pior, Sobre a morte do ian tambem não tinha entendido essa parte durante o filme, mas no livro explicam que ele foi o ultimo a morrer na montanha-russa ou seja ele não morreu na hora da queda e sim por hemorragia interna por isso a morte só atacou 6 meses depois, a lista tinha acabado com a morte do ian que iria distrair a wendy tempo suficiente pra ela ser morta pelos fogos.

    ResponderExcluir
  5. Minha Opinião
    1º Premonição 3
    2º Premonição 5
    3º Premonição
    4º Premonição 2
    5º Premonição 4 (PIOR DE TODOS!!!)

    Considerado por todos os fãs,o 4 é o pior!Tomara que lance o 6.
    Para quem num sabe,o Premonição 5,sua história ocorre antes do Primeiro filme,tanto é que,o voo que explode no final do 5º Filme,é o mesmo do início do 1º filme.

    ResponderExcluir