11 de novembro de 2016

"Quando as Luzes se Apagam" teria um fim diferente; saiba qual!


Lançado em Agosto no Brasil, Quando as Luzes se Apagam é a adaptação de um curta que fez sucesso em 2013 chamado Lights Out. Quando os direitos foram comprados, o diretor do curta David F. Sandberg foi contratado para dirigir seu primeiro longa-metragem.

O filme foi um sucesso, tanto de crítica quanto de bilheteria. A história acompanha um espírito de uma moça chamada Diana que só consegue atacar suas vítimas no escuro. Isso rende ao filme ótimas cenas de suspense.


Mas essa semana, Sandberg revelou uma versão inicial do roteiro dele, antes das alterações do Eric Heisseirer, em que alguns detalhes eram diferentes da versão vista nos cinemas. Por exemplo:

- A cena inicial seria diferente. Ao invés de ter uma assistente com ele, que por acaso viu o espírito de Diana antes, Paul (Billy Burke) sai do seu armazém (apesar de ter visto uma sombra estranha lá). Ele anda pela calçada, iluminada esporadicamente pelos postes, que fazem círculos de luz entre a escuridão. Veríamos ele caminhando por eles, sumindo e aparecendo de novo, até que ele some na escuridão entre um e outro. Segundos depois o corpo dele cai, mutilado, provavelmente como vimos no filme.

- A história por trás de Diana, vista no filme como uma garota estranha que era amiga de Sophie (Maria Bello), seria diferente. Nessa versão do roteiro, Diana é um demônio chamado originalmente de Daeanyn que usa pessoas em luto para possuí-las. Quanto maior o luto, maior o poder que ele tem sobre ela. No roteiro há até uma figura que seria mostrada no filme.

- Várias cenas do terceiro ato são diferentes e levam à situações diferentes do desfecho oficial do filme. Teríamos um blackout na vizinhança inteira, devido a um acidente de carro sofrido por Bret (Alexander DiPersia), aumentando a tensão já que não teria muitos lugares para fugir.

- Diana possuiria Sophie, o que levaria sim à sua morte, mas não por suicídio. Um policial a mataria acidentalmente, fazendo com que Diana então se ligasse ao garoto Martin (Gabriel Bateman), que estaria em luto por sua mãe.

Em relação à versão final do filme, o que vocês acharam?

2 comentários :

  1. Prefiro a versão final mesmo (apesar de não ter achado ruim a ideia do "Demônio Daeanyn") =D

    ResponderExcluir
  2. A versão original seria melhor... Daria mais oportunidade para uma continuação.

    ResponderExcluir