8 de março de 2017

[Top 5] Filmes de terror dirigidos por mulheres


Olá! Resolvi de última hora fazer uma listinha de filmes dirigidos por mulheres, já que hoje é 8 de Março, dia internacional da mulher.

Alguns filmes da lista foram visto há bastante tempo e outros eu nem gosto tanto, mas achei legal compartilhar com vocês.



1 - The Babadook (2014)

Sinopse: Amelia é uma mãe solteira, que perdeu seu marido de uma forma trágica. Ela luta todas as noites para acabar com o medo que seu filho, Samuel, tem do monstro que vive nas sombras. Logo, após ler um livro sobre o Babadook, ela descobre que há uma presença sinistra assombrando sua casa.

Jennifer Kent é a cabeça por trás da genialidade que é esse filme. "The Babadook" acabou se tornando um dos melhores terror psicológicos de 2014. O longa usa metáforas e uma atmosfera macabra para falar de temas importantes. É do tipo de filme que você ama ou odeia. Não há meio termo.



2 - Em Minha Pele (2002)

Sinopse: Após um acidente que rasga violentamente sua pele, uma mulher adquire uma crescente obsessão com seu próprio corpo, retratada sem nenhuma sutileza na película. Carne e sangue são explorados com calma no filme, em cenas longas e perturbadoras que formam uma apaixonada antítese da violência tradicional.

Filme francês considerado um dos mais perturbadores, é protagonizado, roteirizado e dirigido brilhantemente por Marina de Van

Apesar do roteiro não dar muitas explicações, algumas coisas ficam subentendidas e dá pra levar. Ele é mais incômodo psicologicamente do que visualmente, mas ainda sim há uma certa tensão nas cenas em que a protagonista se auto-mutila. Não é pra todo mundo!


3 - American Mary (2012)

Sinopse: O longa conta a história de Mary, uma estudante de medicina que está se tornando cada dia mais decepcionada com os estudos de medicina e com os médicos que ela um dia idolatrou, e também cada dia mais ficando sem dinheiro. A ilusão de dinheiro fácil acaba levando uma Mary desesperada ao bagunçado mundo das cirurgias clandestinas, o que acaba deixando mais marcas nela do que na sua bizarra clientela.

Dirigido pelas irmãs bizarras gêmeas Jen Soska e Sylvia Soska, e protagonizado pela queridinha Katharine Isabelle (Possuídas), o filme prometia algo bem mais forte e perturbador do que apresentou. Ainda sim podemos ver uma história interessante, com uma temática diferente, e temos um pouquinho de noção sobre as cirurgias clandestinas e estranhas que acontecem por aí a fora. 


4 - Psicopata Americano (2000)

Sinopse: Patrick Bateman (Christian Bale) é jovem, branco, bonito e sem nada que o diferencie de seus colegas de Wall Street. Protegido pela conformidade, privilégio e riqueza, Bateman é também um serial killer, que vaga livremente e sem receios em busca de uma nova vítima. Seus impulsos assassinos são abastecidos por um zeloso materialismo e uma inveja torturante quando ele encontra alguém que possui mais do que ele. Após um colega dar-lhe um cartão de visitas melhor que o seu em tinta e papel, a sede de sangue de Bateman surge e ele aumenta ainda mais suas atividades homicidas, tornando-se um perigoso e violento psicopata.

Dirigido por Mary Harron, o filme traz o bonitão mais egocêntrico, invejoso e louco do cinema. O cara mata brincando!

Esse era um dos filmes que mais me dava medo na infância! Lembro de ter o assistido na Globo inclusive. Fui rever depois de velha e não surtiu tanto efeito em mim. Ainda ei de rever uma segunda vez para tirar a teima, e saber de fato o que penso sobre esse longa. 


5 - Quando Chega a Escuridão (1987)

Sinopse: Certa noite, o jovem Caleb Colton conhece uma bela garota, Mae, e acaba sendo mordido e transformado em vampiro por ela. Logo Caleb descobre que Mae faz parte de um grupo de vampiros errantes que atacam caroneiros e bares de beira de estrada através dos Estados Unidos. Ele é forçado a seguir com o bando e se aproxima cada vez mais de Mae. Mas seu pai, o veterinário Loy, começa a investigar o sumiço do filho.

Dirigido por Kathryn Ann Bigelow, o filme é considerado por muitos um clássico vampiresco, e eu entendo o motivo, ainda sim o achei um tanto massante e não me agradou. Vale a pena pra quem gosta daquela pegada de vampiros mais modernos e românticos. 



Que a força esteja conosco! Espero que gostem da lista :*

Por Lu Souza

Postar um comentário