7 de maio de 2017

Cancelados #01: O reboot de Sexta-Feira 13

E aí, pessoal, como vocês vão?

Eu trago hoje uma novidade para vocês. Pretendo iniciar aqui no blog uma nova seção de artigos, focados em filmes de terror que foram cancelados. Falarei sobre eles, como eles seriam, os roteiros e tudo mais.

O mais legal é que esta ideia veio de um leitor do blog! O Davi Silva, nos deu um toque bacana, que foi o seguinte. Como vocês sabem, o reboot de Sexta-Feira 13 foi mais uma vez cancelado após o baixo arrecadamento de O Chamado 3 - ambos pertencem à Paramount. O projeto passou por várias mãos, vários roteiros e vários diretores desde que foi anunciado. Uma das versões do roteiro, cancelado pela Paramount ainda em 2015, foi liberada para leitura pelo próprio roteirista, o Nick Antosca (responsável pelo pífio Floresta Maldita e alguns episódios de Hannibal), através de seu twitter. O roteiro, que contém 105 páginas, trazia uma história bem bacana e que teria sido em 3D se fosse realizada. Para quem quiser uma leitura mais completa, pode conferi-lo aqui, mas está em inglês!

Eu iria fazer um post independente falando sobre o filme mas me lembrei que ele não foi o único a passar pelo processo de cancelamento. Então, resolvi criar a seção Cancelados, onde irei fazer o que expliquei no início do post. Eu espero mesmo que vocês curtam, pois para mim, é uma ideia bem legal e interessante para explorar!


por Neto Ribeiro
Sexta-Feira 13 (2015)

Pra quem acompanhou a interminável saga do novo filme da franquia Sexta-Feira 13, sabe que adiamentos e cancelamentos não faltaram. O filme esteve próximo de ser realizado, com uma data fixa de lançamento para Outubro deste ano, mas acabou sendo cancelado mais uma vez, deixando incerto o futuro da franquia. Os últimos nomes por trás do filme era Breck Eisner (A Epidemia) na direção, com o roteiro de Aaron Guzikowksi (Os Suspeitos).

Esta versão que seria realizada não é, destaco, não é a que vos apresento neste post. Ela também teve sua descrição divulgada e você pode lê-la aqui. Nela, veríamos uma nova apresentação da infância de Jason e o longa teria três assassinos, que seriam: Elias Voorhees, pai; Pamela Voorhees, mãe; e o próprio Jason.

Mas o roteiro anterior que seria trabalhado e como falei, foi cancelado ainda em 2015, trazia uma história um pouco mais tradicional. Não irei traduzir o extenso roteiro à risca mas farei um resumo bem completo do que apareceria no filme se fosse realizado!

- PERSONAGENS:

A história se passaria nos anos 80, mais especificamente em 1988, e traria o típico grupo de adolescentes que vão para um acampamento no verão. Todos menos Dylan tem 18 anos, ele 19. Estes são eles:

• KEVIN: Um nerd meio estranho, sensível, sarcástico e romântico. Não tem jeito com garotas;
BRAD: Irmão gêmeo de Kevin, atlético, bonito, carismático e popular;
• AMBER: Aluna exemplar, ambiciosa, alegre e bem-orientada. Está namorando Brad deste o início do verão;
• SLOANE: Cínica, inteligente e auto-consciente;
• VANESSA: Líder de torcida, bonita e mais bonita do que você espera que seja;
• GREG: O atleta palhaço, adora atenção, garotas e maconha;
• KIRBY: Religiosa, fofa, loira, inocente e uma grande curiosidade sobre sexo;
• WEEZER: Maconheiro, um cara legal, good vibes;
• DYLAN: Um jovem local, bonito e que tem interesse em Vanessa.

Também teriam os adultos, todos eles trabalham no acampamento:

• IAN: Conselheiro-chefe, 26 anos, tenta se enturmar com os jovens mas não consegue;
• ENFERMEIRA NICOLE: A enfermeira do acampamento, completamente indiferente;
• FRANK: O zelador, 40 anos, emburrado. Conhece a história do Acampamento Crystal Lake.

- A HISTÓRIA:

Bom, a ideia do filme era literalmente dar um reboot na franquia. Tanto que a história se passaria em 1988, no Crystal Lake. Ela, na verdade, começaria no último dia de verão. Somos apresentados aos personagens numa cena onde todos interagem perto do lago, onde conhecemos cada um. Depois disso pulamos para uma cena onde os monitores estão ao redor da fogueira e é aqui que a história dos Voorhees chega, numa cena semelhante à do Sexta-Feira 13: Parte 2 (1981). O acampamento foi palco de assassinatos nos anos 60, onde Pamela Voorhees matou vários monitores depois da morte de seu filho, Jason. Isso tudo se passa nos 30 minutos iniciais, basicamente, introduzindo os personagens ao público e fazendo com nós escolhamos quem gostamos e quem não gostamos - embora os personagens sejam bem carismáticos.

Dylan: Pamela Voorhees era uma mãe solteira que trabalhava como merendeira na escola e no verão, cozinhava no acampamento. Um dia, os monitores não vigiaram seu filho pequeno e ele se afogou no lago. O garoto era tudo que ela tinha. [...] Quando o acampamento reabriu no ano seguinte, ela retornou e matou seis monitores antes de ser impedida.

Logo nessa apresentação, vemos que há detalhes originais na história. Jason, quando pequeno, não era conhecido por sua deformidade e vivia com máscaras no rosto. Frank, o zelador, afirma ter conhecido o pessoal morto por Pamela e também fala que nunca encontraram o corpo de Jason após o afogamento.

A trama não é direta que nem as sequências e se assemelha ao original, pois há uma passagem de dia antes do massacre principal acontecer. Antes, vemos o pessoal visitar as ruínas do antigo acampamento, onde eles encontram várias coisas importantes para a história como a máscara de hóquei, um bracelete e uma foto envelhecida do Jason pequeno usando uma máscara do Mickey Mouse. Eles, claro se separam. Aqui, Frank some e assumimos que ele tenha sido morto off-screen.

A primeira ocorre nesta noite, onde Dylan, após transar com Vanessa, resolve ir embora e cai num barranco após se deparar com "uma figura sombria", que o mata em seguida - apesar da morte ser off-screen.

A história continua no dia seguinte, quando alguns monitores vão até a cidade e se encontram com uma mulher chamada Linda que conhecia Pamela e Jason e que foi sobrevivente dos assassinatos nos anos 60. No acampamento, Ian, constantemente chamado de Duckworth no roteiro, e a enfermeira Nicole estão jogando um tipo de strip-pescaria no na enfermaria. 

Morte de Ian: Ele se dirige à seu escritório e no caminho encontra uma pessoa (usando as roupas de Frank) na floresta. A figura o ataca e o arrasta floresta adentro, matando-o depois com uma pá enfiada violentamente no peito. As ideias de enquadramento descritas no roteiro são interessantes, querendo focar no suspense e na imensidão da floresta, enquanto o conselheiro é assassinado. Nicole continua na enfermaria, dormindo.

Quando os jovens retornam, não conseguem usar o telefone nem achar Duckworth e assustados, procuram "armas" e dormem na cabine principal, juntos. Mas claro, se separam mais tarde, indo para vários lugares. Aí temos alguns dramas do jovens como término de namoro, experiência lésbica, sexo e muito mais.

Morte do Weezer: O maconheiro tinha ido fumar um no tobogã do lago e pegou no sono. Quando acorda ao amanhecer, ele resolve escorregar. Quando se aproxima da saída, um facão aparece rapidamente, rasgando sua pelvis e deixando-o preso. Há muito sangue na cena mas o jovem acaba sendo morto off-screen.


Os outros monitores encontram o corpo mutilado em pedaços de Weezer no lago ao acordarem e entram em pânico. Logo eles parecem se dividir quando tentam decidir o que fazer, demorando algumas horas. Mas antes que cheguem à conclusão se deparam com... Jason. Os observando longe, na floresta, machete em punho, com a fumaça da fogueira o fazendo parecer algo mítico. Está usando a máscara de hóquei. A mesma que Greg achou no acampamento antigo e jogou no lago.

Aqui está a terceira melhor cena do filme. A primeira aparição do Jason parece majestosa, gloriosa até. Seria um puta fan service pra quem fosse assistir. É também legal por ser bem brutal e cheia de suspense. Jason se move escondendo-se atrás das cabanas dispostas no local e sempre reaparece mais perto dos personagens. Em seguida, ele corre em direção ao grupo, já chega mostrando que ele manda ali, estraçalhando os braços de Greg e perfurando seu peito com o machete enquanto ele tentava fugir.

Os outros param de correr e gritam desesperados para que o assassino pare, em vão. Jason puxa o facão violentamente e continua a estraçalhar os braços de Greg, que grita indefeso. Jason não parece mais interessado nele e corre em direção à Kirby, que foge dentro da floresta. Vanessa e Sloane correm de volta à Greg, no chão ensaguentado. Jason corta as costas de Kirby com o facão mas não a mata, pois percebe que a dupla está ajudando Greg. E retorna para terminar o serviço. Os dois ficam encurralados contra o carro e Jason enfia o machete na mão de Vanessa quando a mesma tentou se defender. Kevin joga pedras em Jason para distraí-lo mas só chama sua atenção. O assassino então o persegue ferozmente mas o alcança facilmente e o derruba.

Morte de Kevin: Jason pega Kevin pelos seus pés e o arremessa brutalmente contra uma árvore, com toda a força que tem. É possível ouvir seus ossos se quebrarem. Machucado no chão, Kevin observa Jason pegar o machete de volta e então ele o enfia diretamente na CARA DO GAROTO!

Jason se vira para procurar Vanessa e Sloane mas não os acham (depois revela-se que elas estavam atrás da caminhonete escondidos). Apenas vê Greg, perambulando machucado, tentando escapar. Mas ele não se preocupa com o mesmo pois escuta Kirby arquejando não muito longe dali. Ele vai atrás.

Morte de Greg: Todo machucado, sem os braços, sangrando pra cacete, o garoto não consegue ir longe e acaba sangrando até a morte.

Kirby chega até o lago onde se vê sem saída. Ela entra numa canoa enquanto Jason quase a alcança. O brutamontes pega uma pedra grandona e joga na menina, machucando seu ombro e caindo com tudo no fundo da canoa. Acontece que a canoa é de fibra de vidro e com o impacto, acaba abrindo um buraco, entrando água rapidamente. A cena corta enquanto a canoa afunda. Ela depois retorna saindo do lago.

Enquanto essa selvageria acontece, Brad e Amber estavam transando em algum lugar distante e nem imaginam o que tá acontecendo, assim como a Enfermeira Nicole. Vanessa e Sloane decidem ir até a cabana de Duckworth para pegar a arma e então pegar as chaves da caminhonete. É quando escutam as risadas de Brad e Amber, que retornam ao centro do acampamento. Brad vai até a fogueira quando percebe alguém escondida na beira do lago. É Kirby, mergulhada embaixo da doca, escondida. Antes de gritar por ela, Sloane o cala e o avisa. Amber entrou numa das cabanas para comer.

Sem saber o que houve, Amber sai da cabana com um pote de cereal e nem percebe quando Jason reaparece, enfiando o facão no seu ombro. Sloane e Brad chamam a sua atenção e correm para trás das cabanas, enquanto Vanessa assiste horrorizada pela janela da cabana. Eles conseguem dar a volta e levar Amber para dentro da cozinha, escondê-la dentro de uma bancada e eles se escondem dentro de outra.

A segunda melhor cena do filme é a seguinte:

Morte da Enfermeira Nicole: A enfermeira entra na cozinha e vemos a cena do ponto de vista de Brad, que assiste tudo por uma brecha. A vista só captura da sua cintura pra baixo e as pernas logo ficam rígidas, quando ela para de supetão. Sangue começa a jorrar no chão e a câmera corta para o rosto apavorado de Brad. Nada é mais mostrado, só ouvimos sons de carne sendo rasgada, sangue caindo e outras coisas. O que vemos posteriormente é uma parte do corpo dela sendo puxada por uma porta!

Brad, Sloane e Amber vão até a cabana onde Vanessa estava, com as chaves e a arma. Eles deixam o acampamento no carro sem Kirby, que não quis sair do seu esconderijo. Na estrada, Jason reaparece, no meio do caminho. Sloane bate nele e embora o tenha feito apagar, a caminhonete capota. 

Morte de Amber: Jason se levanta e consegue puxar Amber do carro, esmagando sua cabeça com as próprias mãos (você quer Game of Thrones?).

Brad gasta todo o pente de balas em Jason mas não o detém. Eles acabam voltando pro acampamento. Brad ataca Jason com um machado e se separam. Sloane vai atrás de Kirby mas Jason retorna, fazendo Brad e Vanessa se esconderem numa casa de barcos e Sloane se esconder nas entranhas de Weezer, fingindo estar morta.


E aqui está a melhor cena do filme e a que eu mais fiquei ansioso pra conferir (sim, tô sofrendo por que fiquei empolgadíssimo com isso).

Jason entra na água carregando dois corpos e ele não para. Caminha até ficar submerso e não volta pra respirar. Sloane tenta avisar à Kirby mas a mesma não consegue ouvir. É quando vemos um rastro de bolhas indo em direção à Kirby! A garota tenta nadar com todas as forças que ainda tem em seu corpo mas Jason a puxa pelos pés. Vemos o que acontece embaixo d'água. Jason anda na areia molhada, completamente submerso, arrastando Kirby consigo mais fundo e fundo.

Morte de Kirby: Talvez seja a cena mais interessante do filme pois aqui vemos que Jason traz os corpos para o lago e os acorrenta no fundo, apagando então seus rastros. Jason então a mata e vemos o sangue manchar o lago de vermelho.

Esta cena do filme também dá a entender que explicaram como Jason nunca morre! Nesse roteiro, Sloane entende que Jason não é um ser vivo mais, indicando que ele está morto. E que toda vez que ele vai até o lago, ele retorna mais forte. É como se o lago o restaurasse. Embora pareça absurda, é uma ideia interessante e só me fez gostar mais ainda do filme cancelado!

Mais um embate se dá na casa de Linda, a moça do início que conhecia Jason e sua mãe. Os três sobreviventes e a moça lutam contra Jason mas ela acaba morrendo nas mãos do brutamontes. Aparentemente, Jason também morre, depois de levar machadadas, facadas e tiros. A polícia chega e leva os jovens e o corpo dele para a cidade.

Morte de Brad: Mas claro que Jason retorna e faz a ambulância perder o controle, batendo num poste. A porta traseira se abre, tudo está cheio de sangue e Jason sai com uma serra circular em mãos. Ele parte para cima de Brad e quase arranca sua cabeça com a serra, matando-o.

Jason faz um verdadeiro banho de sangue matando policiais, paramédicos e pessoas que estavam no local. Sloane está presa numa viatura mas Jason a tira de lá. O bracelete que Sloane encontrou no início do filme era da mãe dele e o distrai ao reconhecê-lo, dando a chance da mesma tirar sua máscara. Vanessa aparece com uma espingarda e atira no seu rosto. Os policiais se juntam à elas e começam uma chuva de balas. Para finalizar, elas pegam uma viatura e derrubam Jason, depois esmagando sua cabeça.

Mas claro que ele não morreu. Enquanto as meninas fogem num carro, elas vêem Jason se levantar em direção à cidade, colocando a máscara de volta.

Cena pós-credito: Essa cena trazia a tal ideia de Jason na neve:

Crystal Lake coberta de neve. Inverno mortal. Está escuro. Estranhamente quieto. Uma cidade fantasma, abandonada. Exceto por: UMA SÉRIE DE PEGADAS NA NEVE.

Fim do filme.

- O QUE ACHEI?

Bom, pessoal, sei que ficou mais longo do que eu pretendia mas tenho dizer que não quis resumir demais pois confesso que adorei o roteiro. Achei criativo e tinha boas ideias, boas mortes e um Jason mais brutal que nunca. Foi uma abordagem até meio arriscada da história mas ousada e eu curti. Em algumas cenas eu até fiquei tenso, acreditam? E eu estava só lendo o roteiro.

Embora o título do roteiro evidencie o uso de 3D, não vi nenhuma cena que destacasse ou justificasse tal uso, então talvez fosse apenas o estúdio forçando pra lucrar mais.

É uma pena que cancelaram esse roteiro e pediram outro, que deixei acima. Este daqui é bem superior ao citado. Se tivesse uma boa direção de arte traria o melhor dos anos 80, com bons efeitos visuais para as mortes criativas. Aparentemente, a Platinum Dunes/Paramount cancelou o roteiro por que queria um filme que se passasse nos dias atuais, o que é ridículo por que as ideias do texto são ótimas justamente por se passarem nos anos 80! Mas acima de tudo, grande parte das ideias mostradas no roteiro só funcionariam se tivesse uma boa direção.

Se chegaram até o fim do post, o que acharam do roteiro? E mais importante ainda, o que acharam do primeiro Cancelados? Espero voltar em breve com mais um filme, se vocês gostarem. Por hoje é só isso, beijão!

10 comentários :

  1. Legal, você postou o roteiro! Fico feliz por ter colaborado de alguma forma :)

    Quanto ao roteiro, eu achei que teve algumas cenas de perseguição muito legais e duas final girls excelentes, mas na minha opinião, o mesmo deixou a desejar um pouco. Achei tudo mais do mesmo, igual aos primeiros filmes da franquia. Embora os antigos sejam ótimos e tenham muito estilo, acho que poderiam manter o estilo e ao mesmo tempo inovar. Nisso, o segundo link que você postou, com o resumo da história, eu já achei mais interessante. Não havia lido antes e foi uma grata surpresa para mim. Só não gostei da ideia do pai do Jason aparecer.

    Aproveitando... eu procurei igual um maluco e consegui uma cópia do roteiro do Halloween que também foi cancelado recentemente. Aqui está o link: http://s000.tinyupload.com/?file_id=03524510071469593761

    Agora estou tentando achar uma cópia do Halloween 3D, que seria uma sequencia do filme do Rob Zombie.

    Enfim, continuem com o excelente trabalho!
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Era exatamente este o próximo post que iria fazer, já até iniciei, haha. Fique à vontade para nos contatar quando achar do Halloween 3D!

      Excluir
    2. Zeus existe, cancelaram um terceiro filme do Zombie? Não aguentaria mais meu Michael sendo brutamontes cabeludo em outro filme, Carpenter agradece ...

      Excluir
    3. Esse roteiro descrito me deixou ansioso demais, eu sou contra explicarem algo inexplicável, como o pq de tal personagem não morrer, pq ele é assim hoje, ou pq diabos querem achar o q se trata o Bichão de Olhos Famintos. Mas dizer q Jason é imortal por causa do Lago foi uma ótima sacada, aquilo q o matou, o traz de volta a vida, isso é lindo, a cena dele andando embaixo da água, se fosse bem dirigida, seria uma das mais fodas da série 13th. Ficamos na vontade pra sempre, a não ser q alguém reviva esse roteiro e convença a Paramount, eu fico na torcida, sobre a ideia de mais posts assim, por mim pode continuar, já era leitor assíduo do blog, com esses posts de curiosidades como Roteiros Cancelados, só irei me tornar mais fã de vcs, ótimo trabalho

      Excluir
  2. Uma pena mesmo esse filme n ter saído do papel. O roteiro seria muito bom e que certamente faria sucesso entre os fãs da franquia. Tomara que revejam e que encontre também um bom diretor.

    ResponderExcluir
  3. E Jason na neve seria hiper interessante.

    ResponderExcluir
  4. Pelo transcrição do roteiro dá pra perceber uma coisa que é bem diferente é a perseguição das vítimas. Entendi que ele corre atrás das vítimas ao contrário dos filmes anteriores que ele só andava e logo chegava a elas. Se fosse assim mesmo queria ver como ficaria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade, o Jason sempre correu atrás das vítimas, nas partes 2, 3 e 4 mostram isso, na parte 4 a Trish se vê obrigada a se jogar pela janela do segundo andar para não ser pega por ele. Na parte 5 (Que nem era o Jason), começa a caminhar, e dessa forma ficou até o Freddy X Jason uma vez que no remake de 2009 o Jason corre outra vez.

      Excluir
  5. adorei a ideia , a matéria ficou muito boa , um que seria maneiro falar é o resident evil do Romero, deixo o roteiro aqui: http://www.dailyscript.com/scripts/resident_evil_romero.html

    ResponderExcluir
  6. Boa noite.

    Tô aqui de novo pra dizer que encontrei o roteiro do Halloween 3D. Por acaso, encontrei um roteiro com o título Halloween 3 enquanto procurava pelo ''3D'', escrito por um tal de Matt Thompson, mas acho que ele é algum fã apenas, pois não encontrei nada sobre um roteirista com esse nome.

    Segue o link dos dois abaixo:

    - Halloween 3D - https://goo.gl/sFV2K5
    - Halloween 3 - https://goo.gl/9HmuRp

    :)

    ResponderExcluir